Busca avançada
Ano de início
Entree

Educação em saúde em pequenas propriedades rurais: avaliação dos aspectos produtivos, sanitários, de saúde pública, bem estar animal e de sustentabilidade

Processo: 15/20428-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Helio Langoni
Beneficiário:Marcela de Pinho Manzi Zocca
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Educação   Produção   Sanidade   Bem-estar   Saúde pública

Resumo

As zoonoses têm fundamental importância na saúde humana, afetando o modo como os indivíduos vivem, não apenas em aspectos relacionados com a saúde, mas também em um amplo contexto cultural. A ameaça que representam as doenças zoonóticas moldou a história da humanidade e muitos aspectos da infra-estrutura do ambiente físico e social, incluindo o bem-estar dos animais, tanto domésticos quanto selvagens, segurança alimentar, saúde pública e higiene. Pelo menos 61% de todos os patógenos humanos são zoonóticos, e representaram 75% de todos os patógenos emergentes durante a última década.Mais de 200 doenças são comuns entre humanos e os animais, e podem ser transmitidas naturalmente. Dentre as diversas zoonoses, algumas são de maior frequência em propriedades rurais com criações de bovinos de leite, devido ao manejo inadequado, ingestão de leite cru e carne mal cozida hábitos higiênicos inadequados, fatores ambientais que favorecem a manutenção dos agentes infecciosos e a presença de vetores. A informação em regiões rurais é, muitas vezes, escassa devido a deficiência ou falta de meios de comunicação, além de falta de incentivo de órgãos públicos. Devido ao desconhecimento, pessoas e animais podem adquirir doenças de fácil controle, desta forma há menor produtividade com prejuízos ao proprietário, na maioria das vezes pequeno produtor rural, impactando negativamente a produção, além dos aspectos de saúde pública inerentes às zoonoses.A educação é entendida como mediadora básica da vida em sociedade. Sendo assim, a educação em saúde apresenta práticas produzidas, dependendo dos aspectos históricos, sociais, políticos, culturais e econômicos de cada época. Assim, a oferta de informação não deve ser realizada de forma generalista, mas sim contextualizada de acordo com a realidade local, e seus diversos fatores.A presente proposta pretende conhecer a realidade local em propriedades rurais, de produção leiteira e buscar alternativas para adequação a partir de atividades de educação em saúde e sanitária, empregando duas metodologias de educação, uma no modelo tradicional e outra no modelo dialógico.