Busca avançada
Ano de início
Entree

Metaboloma da microbiota humana associada à degradação do glúten: uma abordagem envolvendo as bifidobactérias

Processo: 15/26454-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Edson Rodrigues Filho
Beneficiário:Natália Ellen Castilho de Almeida
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Espectrometria de massas   Glutens   Metaboloma   Doença celíaca

Resumo

A microbiota humana é constituída por centenas de espécies bacterianas, a partir da qual o desbalanço em sua comunidade (disbiose) pode ocasionar o surgimento de diversas doenças. A disbiose intestinal tem sido associada à doença celíaca (DC), uma doença crônica caracterizada por um processo inflamatório induzido em indivíduos geneticamente predispostos pela ingestão de alimentos que contêm glúten, um complexo proteico presente em cereais como trigo, cevada e centeio. Como resultado, são acarretados danos na mucosa do intestino delgado, atrofia das vilosidades intestinais e má absorção de nutrientes. As principais proteínas do glúten presentes no trigo são as gliadinas e as gluteninas que, por apresentarem alto teor de prolina e glutamina, não são completamente digeridas pelo sistema gastro-intestinal e parte delas chegam intactas até o intestino, onde encontra-se a maior comunidade bacteriana do corpo humano. É crescente o consenso de que a microbiota humana desempenha um papel crucial no desenvolvimento da DC ao metabolizar as proteínas do glúten. As bifidobactérias, em especial as espécies B. animalis, B. longum, B. bifidum, B. adolescentis e B. breve, estão entre as principais espécies bacterianas observadas na disbiose em pacientes que apresentam a DC, cujo mecanismo de ação no metabolismo das proteínas do glúten e os metabólitos por elas gerados são ainda pouco conhecidos. Assim, o presente projeto de pesquisa objetiva investigar o efeito das bifidobactérias supracitadas no metabolismo das proteínas gliadinas e gluteninas. Para tanto, os polipeptídeos (metabólitos) serão quimicamente caracterizados via cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas e espectroscopia de ressonância magnética nuclear e suas respostas imunogênicas serão avaliadas através do efeito conferido na expressão de proteínas marcadoras dos processos inflamatórios em células intestinais do tipo Caco-2. Como resultados e perspectivas, espera-se melhor compreender quimicamente os metabólitos gerados por estes micro-organismos e seus efeitos imunogênicos no desenvolvimento ou tratamento da DC.

Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (2 total):
Scienmag Science Magazine (Reino Unido): How probiotic Bifidobacteria could help celiac disease patients (15/Abr/2020)
7thSpace: How probiotic Bifidobacteria could help celiac disease patients (15/Abr/2020)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CASTILHO DE ALMEIDA, NATALIA ELLEN; ESTEVES, FRANCIELE GREGO; APARECIDO DOS SANTOS-PINTO, JOSE ROBERTO; DE PAULA, CARLA PERES; DA CUNHA, ANDERSON FERREIRA; MALAVAZI, IRAN; PALMA, MARIO SERGIO; RODRIGUES-FILHO, EDSON. Digestion of Intact Gluten Proteins by Bifidobacterium Species: Reduction of Cytotoxicity and Proinflammatory Responses. Journal of Agricultural and Food Chemistry, v. 68, n. 15, p. 4485-4492, APR 15 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.