Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das propriedades mecânicas em modelos tridimensionais de stents poliméricos

Processo: 15/14460-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Aron Jose Pazin de Andrade
Beneficiário:Tamara Datysgeld Gusman Heredia
Instituição-sede: Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC). Fundação Adib Jatene (FAJ). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Contenedores

Resumo

Uma das principais causas de morte no mundo são as doenças cardiovasculares, chegando a atingir aproximadamente 30% de óbitos registrados. Os diversos segmentos de pesquisa vêm se esforçando no sentido de minimizar essa realidade. Um dos procedimentos médicos invasivos mais realizados na prática clínica de intervenções coronarianas é a colocação de stents. Stents coronários tem um longo histórico, abrangendo diversos materiais tais como: metais, metais recobertos com polímeros para liberação de fármacos e poliméricos totalmente biorreabsorvíveis com fármacos. Apesar dos diversos tipos de stents utilizados clinicamente, muitas vezes no pós-implante, surgem respostas biológicas adversas, um problema ainda a ser solucionado. A reestenose é uma das reações adversas mais comuns, que consiste no estreitamento da artéria devido ao crescimento anormal de células do músculo liso, o que pode induzir a formação de coágulos no lúmen do stent. Neste contexto, este projeto propõe o estudo de desenhos de estruturas de stents poliméricos. É de grande importância que o desenvolvimento destes dispositivos seja corretamente estudado, já que os mesmos devem possuir e manter determinadas características como: flexibilidade, para que não causem traumas nos vasos onde serão inseridos, e capacidade de expansão radial seguida de rigidez radial de forma a evitar o fechamento do dispositivo.A criação dos desenhos tridimensionais dos stents e sua impressão 3D possibilitarão o estudo das tensões e identificação da estrutura mais adaptável à vascularização de forma a manter suas propriedades mecânicas. O desenvolvimento de modelos 3D computacionais de stents poliméricos possibilitará estudos detalhados e comparações de detalhes das estruturas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.