Busca avançada
Ano de início
Entree

Fragilidade e saúde bucal relacionada à qualidade de vida em idosos

Processo: 15/11723-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Roosevelt da Silva Bastos
Beneficiário:Larissa Sanches Paino
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde pública   Saúde bucal   Acidentes por quedas   Qualidade de vida   Idoso fragilizado   Estudos epidemiológicos   Estudo observacional   Bauru (SP)
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Epidemiologia | Idoso fragilizado | Qualidade De Vida | saúde bucal | Saúde Coletiva

Resumo

Na medida em que se envelhece a síndrome da fragilidade se apresenta com mais severidade se manifestando no aumento do risco de dependência e quedas, assim como no aumento da mortalidade e de novos episódios de internação hospitalar, problemas de saúde bucal em idosos frágeis ainda não foram investigados relacionados ao impacto na qualidade de vida. O objetivo deste estudo será investigar a correlação entre a saúde bucal relacionada a qualidade de vida e a fragilidade da pessoa idosa. Será realizado um estudo epidemiológico observacional transversal com idosos da cidade de Bauru. Para avaliação da saúde bucal relacionada a qualidade de vida será utilizado o instrumento OHIP-14 e para investigar a síndrome da fragilidade será utilizado o instrumento Edmonton Frail Scale. Os dados serão avaliados quanto a normalidade da distribuição, e então, será realizado o teste de correlação entre as variáveis, ao nível de significância de 0,05. Espera-se que os idosos mais frágeis apresentem maior preocupação com sua condição de saúde bucal.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)