Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo e caracterização de cerâmicas luminescentes a base de Nb2O5:Ln3+ (Ln = la, TM e eu) obtidas pelo processo sol-gel rota não hidrolítica

Processo: 15/22087-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Lucas Alonso Rocha
Beneficiário:Susane Bonamin Moscardini
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais cerâmicos   Luminóforos   Processo sol-gel

Resumo

Emissores de luz branca no estado sólido (LED) são considerados como a próxima geração de fontes de luz no estado sólido, pela geração de luz branca a partir de luminóforos vermelho, verde e azul (RGB), para a substituição de lâmpadas incandescentes e fluorescentes utilizadas atualmente devido à suas vantagens como o longo tempo de vida, o baixo consumo de energia e por questões ambientais. O desenvolvimento de novos processos e a busca por novos materiais é imprescindível para a obtenção de luminóforos que absorvam eficientemente a radiação no ultravioleta e que tenham a emissão e a estabilidade adequada. Dentre as várias metodologias existentes para a síntese de luminóforos, o processo Sol-Gel destaca-se como um dos mais vantajosos pela rapidez e pela pureza do produto final. Neste projeto, cerâmicas a base de óxido de nióbio dopadas com íons La3+, Tm3+ e Eu3+ serão preparadas pelo processo Sol-Gel rota Não Hidrolítica, visando investigar a correlação entre a concentração dos íons Ln3+ nas propriedades estruturais, morfológicas e espectroscópicas, proporcionando assim, a confecção de luminóforos mais eficientes. As matrizes preparadas serão inicialmente investigadas através das microscopias eletrônicas de varredura (MEV), onde se pretende verificar a morfologia e o tamanho das partículas. Outras informações serão obtidas através das técnicas de difração de raios X (DRX) e espectroscopia de luminescência (excitação, absorção e emissão) e vibracional (FTIR). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MICHEL L. DE SOUZA; SUSANE B. MOSCARDINI; EMERSON H. DE FARIA; KATIA J. CIUFFI; LUCAS A. ROCHA; EDUARDO J. NASSAR; JORGE V. L. SILVA; MARCELO F. OLIVEIRA; IZAQUE A. MAIA. ÓXIDO DE ÍTRIO E ALUMÍNIO DOPADO COM Yb3+ E Er3+ INCORPORADO EM MEMBRANA DE POLIAMIDA. Química Nova, v. 41, n. 5, p. -, Maio 2018.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.