Busca avançada
Ano de início
Entree

Sexualidade, afetividade e HIV/AIDS na comunidade de Heliópolis: uma etnografia com jovens HSH - homens que fazem sexo com homens

Processo: 15/01830-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Júlio Assis Simões
Beneficiário:Carolina Cordeiro Mazzariello
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Afetividade   Sexualidade   AIDS   HIV

Resumo

A partir de meados dos anos 2000 o número de casos de HIV/Aids entre jovens HSH - homens que fazem sexo com homens aumentou consideravelmente. Desse modo, este projeto busca investigar os valores e experiências socioculturais que norteiam as práticas afetivas e associadas ao exercício da sexualidade e à prevenção ao vírus HIV/Aids entre jovens HSH de camadas populares, moradores da comunidade de Heliópolis. Entende-se que as intersecções entre raça, classe, sexualidade e gênero são fundamentais nas construções de si e que essas intersecções têm forte impacto no modo como os jovens vivenciam suas trajetórias, por isso, pretende-se também problematizar a maneira como jovens de camadas populares agenciam diferentes marcadores sociais de diferença, em contextos específicos, e exercem escolhas em relação à saúde e à vida afetivo-sexual. Além disso, a epidemia de HIV teve seu momento crítico há aproximadamente 35 anos atrás, isto é, um período relativamente distante para os jovens que se pretende investigar, por isso é também relevante problematizar qual o significado atribuído por eles à Aids, bem como identificar como tais percepções interferem em suas práticas afetivas e sexuais.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MAZZARIELLO, Carolina Cordeiro. Sexualidade e prevenção do HIV/Aids entre jovens gays numa favela de São Paulo. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.