Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemas alternativos de medição de qualidade interna não invasiva para frutos

Processo: 16/04742-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Marcos David Ferreira
Beneficiário:Luis Gustavo Paulino Carmelo
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/23479-0 - Sistemas alternativos de medição de qualidade interna não invasiva para frutos, AP.R
Assunto(s):Química analítica   Quimiometria   Estudos interdisciplinares   Pós-colheita   Ressonância magnética nuclear   Agronomia   Tecnologia de alimentos

Resumo

No mercado global existente, a qualidade da fruta é um dos principais fatores que determinam o volume de exportação. Os parâmetros de qualidade da laranja que são utilizados para aferir a qualidade dos frutos são destrutivos e obtidos pela análise da composição química do suco extraído da fruta, como o teor de sólidos solúveis totais e a acidez total titulável. Neste cenário, a busca por sistemas não invasivos que possibilitem medir a qualidade de frutos de forma não destrutiva vem crescendo. Equipamentos que não precisam destruir a amostra para obter os parâmetros internos de qualidade, com baixa frequência de manipulação e alta velocidade na medida são alternativas promissoras para o aumento do rendimento industrial e o controle preciso da produção. As técnicas de ressonância magnética nuclear (RMN) de baixo e alto campo, bem como, as espectroscopias de infravermelho próximo (NIR) e médio (MIR) quando associados a métodos quimiométricos apresentam resultados promissores para a predição não invasiva de parâmetros de qualidade em frutos. Durante o primeiro ano do projeto Fapesp 2013/23479-0 foi desenvolvido modelos quimiométricos utilizando a RMN de baixo campo e espectroscopias de NIR e MIR para predição de parâmetros de qualidade em laranjas. Desta forma, o objetivo do plano de atividades do bolsista TT-3 será de construir classes que definam faixas de predição das análises de referência com base nos modelos de PLS validados por RMN, NIR e MIR. Assim, elaborar sucos provenientes dos frutos selecionados, realizar análise sensorial utilizando o teste de comparação pareada para avaliar a resposta dos provadores em relação a conformidade com as classes desenvolvidas. Em seguida avaliar os sucos das frutas selecionadas em relação ao teor de vitamina C e perfil de compostos majoritários por RMN de alto campo, com objetivo de verificar se a classificação de laranjas pelos modelos apresenta diferença significativa entre o perfil dos compostos majoritários e vitamina C entre os sucos classificados pelos modelos quimiométricos de RMN, NIR e MIR.