Busca avançada
Ano de início
Entree

Nível de satisfação de pacientes com Transtorno Dismórfico Corporal após rinoplastia

Processo: 15/13923-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Miguel Sabino Neto
Beneficiário:Ronara Gomes Pavoni
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia plástica   Rinoplastia   Satisfação do paciente   Consciência corporal   Transtornos dismórficos corporais

Resumo

Os padrões estéticos de beleza moldam pensamentos que, por um lado, levam a um aumento da demanda por cirurgias plásticas e, por outro, à discrepância entre o que é concebido como ideal e a realidade pessoal. Entretanto, esta demanda pode estar reforçada por uma condição psiquiátrica - o Transtorno Dismórfico Corporal (TDC), na medida em que, indivíduos portadores, frequentemente, procuram procedimentos em cirurgia plástica para corrigir o defeito percebido e melhorar a extrema insatisfação com a sua aparência física.O TDC pode ser descrito como uma preocupação com um, ou mais defeitos, ou falhas percebidas na aparência física, que podem não ser observáveis para os outros. A condição também é caracterizada por comportamentos compulsivos, ou repetitivos, que resultam em sofrimento clínico significativo. É uma das condições psiquiátricas mais comuns encontradas em pacientes que buscam procedimentos de cirurgia plástica. Assim, como consequência do aumento de pacientes que procuram a cirurgia plástica, a maioria dos casos de TDC serão tratados por cirurgiões plásticos e não por psiquiatras. A rinoplastia é um dos procedimentos estéticos mais solicitados por pacientes com TDC, bem como uma das maiores ocorrências de litígios entre procedimentos cirúrgicos estéticos. A insatisfação com o nariz pode ainda ser agravada por questões sócio-culturais relativas à etnia porque o padrão estético, culturalmente dominante, valoriza a morfologia nasal caucasiana em detrimento de outras morfologias associadas a etnias diversas.Desta forma, seria importante a identificação de pacientes cuja apreciação da cirurgia poderia ser comprometida pela presença de variações no perfil demográfico e clínico e ocorrência de TDC, permitindo dessa forma antecipar quais pacientes teriam maior risco de expressar insatisfação a curto e longo prazo. Assim, os riscos de solicitação de novas intervenções e litígio entre cirurgião e paciente poderiam ser prevenidos. Trata-se de um estudo primário, observacional, longitudinal, prospectivo, analítico realizado em centro único. Serão incluídos, consecutivamente, 100 pacientes de ambos os gêneros que desejarem submeter-se à rinoplastia, provenientes do Ambulatório de Rinoplastia - Casa de Cirurgia Plástica - do Hospital São Paulo (UNIFESP). Todos os pacientes participarão do estudo após compreenderem e assinarem o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Todos os questionários serão aplicados no pré e pós-operatório após 1 ano de rinoplastia. Os pacientes responderão a um protocolo para coleta de dados demográficos e clínicos, registrando informações específicas. Ademais será aplicado o "Escala Visual Analógica (VAS)", que avaliará o grau de insatisfação com o nariz, e o "Rhinoplasty Outcomes Evaluation (ROE)", desenvolvido para auxiliar o cirurgião a determinar os melhores resultados dos pacientes após a rinoplastia. Após a comparação entre dois grupos identificados com ou sem sintomas do TDC, serão utilizados: teste paramétrico t-Student e os não paramétricos Mann-Whitney, Qui-quadrado e Exato de Fisher. Para a comparação entre vários grupos independentes não pareados poder-se-á utilizar o teste não paramétrico Kruskal-Wallis. Em todos os testes será utilizado nível de significância de 5% para tomada de decisão. Dessa forma, será possível avaliar o nível de satisfação em pacientes com Transtorno Dismórfico Corporal após a rinoplastia. (AU)