Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do ácido ascórbico na miogênese do músculo esquelético do pacu (Piaractus mesopotamicus)

Processo: 16/01086-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Maeli Dal Pai
Beneficiário:Guilherme Alcarás de Góes
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Piscicultura   Músculo esquelético   Mioblastos   Ácido ascórbico   Miogênese   Piaractus mesopotamicus   Técnicas in vitro

Resumo

O pacu (Piaractus mesopotamicus) é uma espécie de peixe que apresenta diversas características economicamente interessantes para a piscicultura, apresentando alto valor comercial e sendo alvo de intensas pesquisas para a melhoria de sua produção. O músculo esquelético é o tecido mais abundante em peixes teleósteos, constituindo até 65% da massa corporal total em algumas espécies. O músculo de contração rápida compreende a maior porção da massa muscular e corresponde à parte mais valiosa do peixe para a indústria da aquicultura. O crescimento do músculo esquelético nos peixes envolve os mioblastos, que através dos mecanismos de proliferação, migração e diferenciação promovem a hiperplasia e hipertrofia muscular. Cada vez mais estudos utilizam as culturas celulares de mioblastos em peixes como uma ferramenta para a avaliação in vitro da regulação do crescimento muscular, pois recapitulam as etapas da miogênese. Além disso, as culturas de mioblastos podem ser manipuladas para avaliação do papel de nutrientes e fatores de crescimento em um ambiente mais controlado. O crescimento muscular é um processo multifatorial regulado por fatores transcricionais, hormônios, citocinas e nutrientes. Dentre esses fatores destacamos o ácido ascórbico, vitamina essencial na dieta de peixes e cuja ausência leva a doenças, deformidades anatômicas e comprometimento do desenvolvimento do animal. O ácido ascórbico atua como agente antioxidante e também na síntese do colágeno para a estruturação e manutenção do tecido conjuntivo e osteogênese. No entanto, ainda não está claro se o ácido ascórbico pode influenciar diretamente a miogênese do músculo esquelético de peixes e, consequentemente, contribuir para o crescimento muscular do animal. Nossa hipótese é que o ácido ascórbico contribui para o aumento da proliferação e migração de mioblastos durante a miogênese e crescimento muscular do pacu. Nesse trabalho nós pretendemos avaliar o papel do ácido ascórbico na proliferação e migração de mioblastos de pacus em culturas celulares primárias. Nosso estudo contribuirá para uma melhor compreensão da regulação do processo de miogênese em peixes, permitindo o desenvolvimento de um quadro teórico que pode proporcionar melhorias no crescimento muscular.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA DURAN, BRUNO OLIVEIRA; GOES, GUILHERME ALCARAS; THOMAZINI ZANELLA, BRUNA TEREZA; FREIRE, PAULA PACCIELLI; VALENTE, JESSICA SILVINO; SIMOES SALOMAO, RONDINELLE ARTUR; FERNANDES, ANA; MARECO, EDSON ASSUNCAO; CARVALHO, ROBSON FRANCISCO; DAL-PAI-SILVA, MAELI. Ascorbic acid stimulates the in vitro myoblast proliferation and migration of pacu (Piaractus mesopotamicus). SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, FEB 18 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.