Busca avançada
Ano de início
Entree

Orações completivas do português sob uma perspectiva cognitivo-funcional

Processo: 16/01839-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de agosto de 2016
Vigência (Término): 14 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Gisele Cássia de Sousa
Beneficiário:Gisele Cássia de Sousa
Anfitrião: Augusto Soares da Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade Católica Portuguesa, Braga (UCP), Portugal  
Assunto(s):Sintaxe   Linguística cognitiva   Gramaticalização

Resumo

Em estudos anteriores sobre as construções completivas, identificamos três modos pelos quais elas podem se simplificar, passando o complexo sentencial de bioracional a mono-oracional: (i) gramaticalização do verbo matriz, que passa a se comportar sintaticamente como um advérbio; dessentencialização da oração completiva; e reanálise da conjunção integrante com o verbo matriz, por meio da qual se formam marcadores gramaticais com diferentes valores discursivo-pragmáticos. A partir desses resultados, antes interpretados à luz de teorias funcionalistas da gramática, este projeto de pesquisa pretende comparar as formas de construção completiva do português brasileiro com as do português europeu, buscando agora interpretar os resultados à luz de teorias da Linguística Cognitiva, na vertente dos estudos cognitivo-funcionais e da recente área da Sociolinguística Cognitiva. (AU)