Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de agentes infecciosos em biópsias endomiocárdicas pós-transplante cardíaco de pacientes com cardiopatia dilatada idiopática e miocardite linfocitária.

Processo: 15/25786-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Maria de Lourdes Higuchi
Beneficiário:Jaqueline de Jesus Pereira
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Patógenos   Transplante de coração   Cardiologia

Resumo

A Insuficiência Cardíaca (IC) é um dos grandes problemas da saúde pública mundial, sendo a falta de um conhecimento patogênico mais profundo das doenças causadoras a maior dificuldade para escolha do tratamento, principalmente da Cardiomiopatia Dilatada Idiopática (CMD). Objetivos: Verificar se a terapia imunossupressora administrada ao paciente transplantado para evitar rejeição do órgão se associa ao aumento de agentes infecciosos comparados aos presentes no coração explantado, verificar possível participação desses agentes na inflamação relacionada à rejeição e diagnosticar possíveis co-infecções nos corações explantados com CMD. Métodos: Serão realizadas reações de imunohistoquimica, nas quais estudaremos anticorpos primários contra células inflamatórias: T (CD3, CD4, CD8 e CD45), B (CD20) e macrófagos (CD68); expressão de HLA DR/DP/DQ e agentes infecciosos: Chlamydia pneumoniae, Mycoplasma pneumoniae e Borrelia burgerdorferi e vírus cardiotrópicos (Enterovírus, Parvovírus, vírus da Hepatite C, vírus da Hepatite B, Epstein-Barr vírus, Adenovírus, vírus de Herpes Humana 1, 2 e 6 ) em biópsias endomiocárdicas.