Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação de auinases de adesão focal na diferenciação osteoblástica de células-tronco mesenquimais induzida por superfícies de titânio com micro e nanotopografia

Processo: 16/00182-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Márcio Mateus Beloti
Beneficiário:Marcelo Soares Francischini
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Implantodontia   Implantes osseointegrados   Células-tronco mesenquimais   Osteoblastos   Biomateriais   Integrinas   Matriz extracelular   Titânio   Nanotopografia

Resumo

As integrinas são proteínas transmembrana constituídas por duas subunidades (± e ²) e tem como função primária a adesão celular e alguns de seus membros estão envolvidos no processo de diferenciação osteoblástica. As integrinas são capazes de sinalizar em ambas as direções da membrana celular, ativando várias proteínas tirosina quinases e duas vias de sinalização que envolvem as FAK (focal adhesion kinases, quinases de adesão focal). Trabalhos mostram que as FAK fazem parte dos mecanismos de transdução do sinal que promovem a maturação dos osteoblastos em células já comprometidas com o fenótipo osteogênico. Além disso, as FAK participam dos estágios iniciais de diferenciação de células-tronco mesenquimais (CTMs) humanas em osteoblastos. Sendo assim, o desenvolvimento de biomateriais que possam modular a interação entre integrinas e matriz extracelular via FAK, representa uma estratégia importante para terapias com implantes osseointegráveis. Considerando a relevância dessas quinases na sinalização de integrinas, o objetivo do presente estudo é investigar o papel das FAK na diferenciação osteoblástica de CTMs induzida por nanotopografia de superfície de titânio (Ti) comparada a uma superfície de Ti com microtopografia comercialmente disponível em implantes dentários osseointegráveis e à superfície usinada não tratada (controle). Para isso, utilizaremos o composto PF-573228, um inibidor específico das FAK e após a seleção da concentração ideal desse composto, as células serão cultivadas sobre as três superfícies avaliadas, com ou sem o PF-573228, e serão avaliados os seguintes parâmetros: (1) expressão gênica das FAK e dos marcadores osteoblásticos, Runx2, osterix, fosfatase alcalina, osteocalcina, osteopontina e sialoproteína óssea por PCR em tempo real, aos 3, 7 e 10 dias, (2) a atividade da fosfatase alcalina, aos 10 dias e (3) a formação de matriz extracelular mineralizada por coloração com vermelho de alizarina, aos 21 dias.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, HEITOR F.; ABUNA, RODRIGO P. F.; LOPES, HELENA B.; FRANCISCHINI, MARCELO S.; DE OLIVEIRA, PAULO T.; ROSA, ADALBERTO L.; BELOTI, MARCIO M. Participation of extracellular signal-regulated kinases 1/2 in osteoblast and adipocyte differentiation of mesenchymal stem cells grown on titanium surfaces. European Journal of Oral Sciences, v. 125, n. 5, p. 355-360, OCT 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.