Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação epidemiológica de cães domésticos que habitam o entorno do Parque Estadual Carlos Botelho - São Paulo, Brasil: uma questão de saúde animal, ambiental e pública

Processo: 15/21966-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Fernando Ferreira
Beneficiário:Anaiá da Paixão Sevá
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Zoonoses   Educação em saúde

Resumo

O crescimento das áreas urbanas, aproximando o homem e os animais domésticos ao ambiente selvagem, aumenta a interação entre estas espécies e potencializa a transmissão de patógenos entre elas, gerando implicações na saúde pública e na conservação ambiental. O aparecimento de doenças infecciosas emergentes em animais silvestres pode levá-los à extinção. O maior contato do homem e dos animais domésticos com o ambiente silvestre tem sido cada vez mais frequente em diversas unidades de conservação do Brasil, como por exemplo no Parque Estadual Carlos Botelho (PECB), um dos maiores fragmentos de Mata Atlântica do Estado de São Paulo. Pesquisas relacionadas a novos patógenos ou monitoramento de patógenos já existentes são de extrema importância para fortalecer as políticas de prevenção e controle de doenças infecciosas emergentes. O objetivo da presente proposta é realizar investigação epidemiológica da população de cães domésticos domiciliados do entorno do PECB, de amostras já coletadas em 2015 e das futuras amostras a serem coletadas em 2016 e 2017. Assim, será realizado diagnóstico sorológico das principais doenças, incluindo zoonóticas, como brucelose, leptospirose, leishmaniose, toxoplasmose, cinomose e parvovirose e diagnóstico direto de Leishmania sp., parvovirus e vírus da cinomose. O resultado gerado por este projeto ora apresentado e de outros projetos de pesquisa interligados, serão associados para compreensão do fluxo e ecologia de doenças no local. Medidas de prevenção e controle relacionadas às doenças encontradas serão realizadas, tais como controle populacional e imunização de cães domésticos e educação em saúde e bem estar animal. Tais ações serão também elaboradas, realizadas e coordenadas pela candidata deste presente projeto. Uma vez que as análises epidemiológicas serão realizadas em períodos concomitantes às estas ações as mesmas serão constantemente reavaliadas, com intuito de otimizar sua eficácia. Esta proposta inclui-se como um dos alicerces para a criação de um modelo epidemiológico para outras unidades de conservação com as mesmas características, favorecendo a melhoria da saúde animal, humana e ambiental nestes locais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.