Busca avançada
Ano de início
Entree

O estado da arte dos estudos sobre a arquitetura contemporânea no Brasil em bibliotecas e centros de pesquisa nos Estados Unidos

Processo: 16/04051-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 05 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Renato Luiz Sobral Anelli
Beneficiário:Renato Luiz Sobral Anelli
Anfitrião: Barry Bergdoll
Instituição-sede: Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAU). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Columbia University in the City of New York, Estados Unidos  
Assunto(s):História da arquitetura   História do urbanismo   Arquitetura contemporânea

Resumo

Este é um projeto de pesquisa a ser desenvolvido na Columbia University - Department of Art History and Archeology e Avery Architectural & Fine Arts Library, que procura identificar as teses, artigos e livros produzidos nos últimos anos sobre a Arquitetura Contemporânea Brasileira nas universidades dos Estados Unidos. A historiografia da Arquitetura Moderna Brasileira vem sendo revista desde a década de 1980. A narrativa proposta por Lúcio Costa em Razões da Nova Arquitetura (1934) e estruturada claramente em Documentação Necessária (1938) estabelece um ligação entre a Arquitetura Colonial Luso-Brasileira diretamente com a Arquitetura Moderna, realizando um salto que diminui a importância da Arquitetura Acadêmica do Século XIX, vista como um hiato cosmopolita na construção da identidade nacional. Seguem essa estrutura os três principais livros sobre a Arquitetura Moderna Brasileira publicados entre as décadas de 1940 e 1980: Brazil Builds, de Philip Goodwin (1944), Modern Architecture in Brazil, de Henrique Mindlin (1956) and Arquitetura Contemporânea no Brasil, de Yves Bruand (1981).Essa narrativa foi identificada como uma noção teleológica do processo histórico por Martins em seu artigo "Hay algo irracional &" (1999 in Buenos Ayres: Block), quem introduziu o conceito de processo histórico de Paul Veyne (1984), discípulo de Michel Foucault. Este movimento epistemológico da historiografia da arquitetura brasileira originou-se nos programas de pós-graduação em ciências humanas em São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro. Autores da Escola de Frankfurte da francesa École des Annales foram introduzidos na história brasileira da arquitetura e do urbano, promovendo novos trabalhos de pesquisa nos anos seguintes. Outro movimento veio dos programas de pós-graduação estrangeiros em história da arquitetura nos Estados Unidos e na Europa, onde alguns pesquisadores brasileiros foram cursar seus mestrados e doutorados naqueles anos. Importantes historiadores brasileiros de arquitetura, como Sylvia Ficher e Carlos Eduardo Comas desenvolveram pesquisas em história da arquitetura na Columbia University e na University of Pennsylvania, respectivamente. Eles introduziram no debate brasileiro, uma bibliografia anglo-saxã recente, como Alan Colquhoun, Colin Rowe e Kenneth Frampton. As duas linhas alimentaram a bibliografia que deu apoio ao grande crescimento de programas de pós-graduação desde a década de 1980, parte deles especializados em História da Arquitetura e do Urbanismo. Nesta breve introdução ao processo de renovação da história da arquitetura brasileira é importante destacar o papel de pesquisadores e instituições dos Estados Unidos. Conforme a lista de pesquisadores aumenta com as novas cooperações e intercâmbios, novos assuntos são incluídos com diversas escolhas metodológicas. A história da arquitetura brasileira está sendo objeto de renovado interesse, atraindo a atenção de pesquisadores de um amplo leque de nacionalidades. A recente exposição Latin American in Construction: Architecture 1955 - 1980 realizada no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, expos o destacado papel da arquitetura brasileira na modernização da região. Mais do que uma exposição conclusiva, a exposição sugeriu uma nova e ampla rede entre arquitetos, sua produção e concepções teóricas por toda a região, abrindo novas trilhas para serem exploradas. Este projeto de pesquisa tem como objetivo reunir pesquisas recentes sobre história da arquitetura brasileira produzida nos Estados Unidos, disponível em bibliotecas, catalogando-as e classificando de modo a torna-las disponíveis aos estudantes e pesquisadores do IAU USP. Além disso, esta pesquisa irá contribuir para o projeto de pesquisa "Constituição da Arquitetura e do Urbanismo Contemporâneos no Brasil (1945-2008)" (processo n. 311992/2013-7) em desenvolvimento no IAU USP, sob minha supervisão, com suporte do CNPq. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.