Busca avançada
Ano de início
Entree

Resistência anti-helmíntica ao monepantel em Haemonchus contortus

Processo: 16/02036-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Simone Cristina Méo Niciura
Beneficiário:Giovanna Gabrielle Cruvinel
Instituição-sede: Pecuária Sudeste. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Parasitologia   Ovinocultura   Nematoides   Haemonchus contortus   Helminthes   Helmintíase   Anti-helmínticos   Análise parasitológica

Resumo

A resistência a anti-helmínticos é relatada em diversas localidades do mundo, não apenas para os parasitas de humanos quanto para os de importância veterinária, para os quais são encontrados graus variados de resistência em populações de nematoides. O H. contortus, parasita de maior importância para pequenos ruminantes criados em condições de clima tropical, pode desenvolver resistência aos anti-helmínticos utilizados para o seu controle. A resistência é resultante do aumento da frequência de genes favoráveis à sobrevivência na população de helmintos, dificultando a atuação do clínico veterinário na terapêutica dessa doença. A hemoncose provoca perdas que são relacionadas desde o bem-estar animal até perdas econômicas para os criadores, decorrente da diminuição da produtividade animal. Considera-se que a resistência é estabelecida quando uma droga previamente eficaz torna-se incapaz de eliminar a população parasitária exposta na dosagem terapêutica recomendada. Assim, este projeto tem como objetivo induzir a resistência ao anti-helmíntico atualmente com maior eficácia no combate à verminose na ovinocultura, o monepantel, com o intuito de obter um isolado resistente do parasita H. contortus. O estabelecimento da resistência será avaliado por meio dos testes parasitológicos: TRCOF (Teste de Redução na Contagem de Ovos nas Fezes), OPG (Contagem de Ovos por Gramas de Fezes), TDL (Teste de Desenvolvimento Larvar) e MALDT (TDL em Micro-ágar).