Busca avançada
Ano de início
Entree

Modificações químicas de nanowhiskers de celulose

Processo: 15/00094-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Luiz Henrique Capparelli Mattoso
Beneficiário:Raja Sebastian
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/22017-3 - Nanocristais de celulose (NIR - CNC) de infravermelho próximo (NIR) para bioimagem celular, BE.EP.PD
Assunto(s):Polímeros (materiais)

Resumo

A celulose é um polímero de origem renovável abundante que pode ser obtido de plantios de várias espécies fibrosas e de resíduos de produção agroindustrial. Uma nanoestrutura de grande interesse para a formulação de nanocompósitos é a celulose na forma de nanocristais, comumente relatada como nanofibra ou whisker de celulose. A estrutura da nanocelulose é altamente cristalina, maximizando as suas propriedades como reforço. Os recentes estudos acerca dos nanowhiskers de celulose têm demonstrado a possibilidade de se obter uma matéria prima de origem renovável com potencial de aplicação em diversas áreas das indústrias química, papel e celulose e de materiais. Uma possível aplicação em materiais poliméricos é que os nanowhiskers podem ser utilizados como cargas de reforço com baixos teores adicionados à matriz poliméricas e com a possibilidade de se alcançar propriedades similares às dos polímeros de engenharia. Os nanowhiskers de celulose são um material de caráter hidrofílico devido à grande quantidade de grupamentos hidroxila da celulose. Para aplicações em materiais nanocompósitos poliméricos, há polímeros que tem caráter mais hidrofóbico que os nanowhiskers de celulose, dificultando a adesão interfacial entre carga e matriz. Uma das estratégias para se aumentar a adesão entre a matriz polimérica e a carga de reforço a ser adicionada é realizar uma modificação superficial na carga. Assim, este trabalho tem como objetivo modificar quimicamente nanowhiskers de celulose, avaliando-se novas metodologias que alterem o caráter químico da superfície dos nanowhiskers e simultaneamente preservem a estrutura cristalina deste material. Os novos materiais desenvolvidos têm potencial de aplicação em sistemas nanocompósitos com maior adesão entre carga e matriz, ampliando o uso de derivados de celulose. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAJA, SEBASTIAN; BUHL, EVA MIRIAM; DRESCHERS, STEPHAN; SCHALLA, CARMEN; ZENKE, MARTIN; SECHI, ANTONIO; MATTOSO, LUIZ H. C.. Curaua-derived carbon dots: Fluorescent probes for effective Fe(III) ion detection, cellular labeling and bioimaging. Materials Science & Engineering C-Materials for Biological Applications, v. 129, . (17/22017-3, 15/00094-0)
RAJA, SEBASTIAN; HAMOUDA, I, AHMED E.; DE TOLEDO, MARCELO A. S.; HU, CHAOLEI; BERNARDO, MARCELA P.; SCHALLA, CARMEN; LEITE, LILIANE S. F.; BUHL, EVA MIRIAM; DRESCHERS, STEPHAN; PICH, ANDRIJ; et al. Functionalized Cellulose Nanocrystals for Cellular Labeling and Bioimaging. Biomacromolecules, v. 22, n. 2, p. 454-466, . (15/00094-0, 17/22017-3, 16/03080-3)
FERREIRA, F. C.; BABU, R. SURESH; DE BARROS, A. L. F.; RAJA, S.; DA CONCEICAO, L. R. B.; MATTOSO, L. H. C.. Photoelectric performance evaluation of DSSCs using the dye extracted from different color petals of Leucanthemum vulgare flowers as novel sensitizers. SPECTROCHIMICA ACTA PART A-MOLECULAR AND BIOMOLECULAR SPECTROSCOPY, v. 233, . (15/00094-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.