Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da contaminação agroquímica em assentamentos rurais no Pontal do Paranapanema

Processo: 16/06031-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Antonio Thomaz Júnior
Beneficiário:Matheus de Carvalho Moreno
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/23959-9 - Mapeamento e análise do território do agrohidronegócio canavieiro no Pontal do Paranapanema - São Paulo - Brasil: relações de trabalho, conflitos e formas de uso da terra e da água, e a saúde ambiental, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Geografia da saúde   Contaminação química   Saúde ambiental

Resumo

Este plano de trabalho é destinado ao bolsista de apoio técnico que dará suporte para o levantamento de dados acerca da contaminação química por agrotóxicos em assentamento rurais e seu entorno, na região do Pontal do Paranapanema. Como não se trata de um bolsista que elabore projetos e tampouco os execute, mas que ajude na implementação e cuide tanto da retaguarda quanto das condições de operação dos mesmos, o bolsista deverá organizar dados secundários advindos de instituições e órgãos relacionados à temática (SINAN - Sistema de Informação de Agravos de Notificação, VISAT - vigilância em Saúde do Trabalhador, RAAT - Relatório de Atendimento ao Acidentado de Trabalho, RAIS - Relação Anual de Informações Sociais, CAGED Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, CEREST - Centro de Referência em saúde do Trabalhador e SINITOX - Sistema Nacional de Informações Tóxico Farmacológicas). Deverá também relacionar-se com pesquisadores de diferentes estágios no âmbito do projeto e participar da discussão dos modelos de mapeamento e da visualização da distribuição espacial de dados primários (dados dos trabalhos de campo realizados), que dialogam com os dados secundários. Da mesma forma, o bolsista deverá dominar variados recursos tecnológicos que agilizam e automatizam a execução de tarefas, que podem facilitar a consulta ao banco de dados da pesquisa. Assim, ele deverá se familiarizar com as interfaces amigáveis com outros bancos de dados, visando a elaboração de produtos cartográficos, oferecendo apoio técnico permanente para o bom funcionamento das plataformas cartográficas utilizadas pela equipe de pesquisa.