Busca avançada
Ano de início
Entree

Envolvimento de receptores do tipo Toll, integrinas e suas respectivas vias de sinalização celular na secreção de citocinas por células epiteliais durante a infecção com Paracoccidioides Brasiliensis

Processo: 16/06285-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Erika Suzuki de Toledo
Beneficiário:Bianca Carla Silva Campitelli de Barros
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/20214-6 - Análise comparativa da sinalização celular em células epiteliais cultivadas como monocamadas ou como esferóides na presença de meio condicionado de Paracoccidioides Brasiliensis, BE.EP.DR
Assunto(s):Integrinas   Citocinas   Transdução de sinais   Paracoccidioides   Micologia

Resumo

A paracoccidioidomicose, causada por fungos pertencentes ao gênero Paracoccidioides, é a micose sistêmica mais prevalente na América Latina. Cerca de 80% dos casos da doença ocorrem no Brasil. Além disso, devido ao aumento do número de casos desta micose em todo o território nacional, estudos sobre as interações entre estes fungos e o hospedeiro são indispensáveis para compreender os eventos envolvidos no estabelecimento da infecção e na propagação do patógeno.Células epiteliais são o primeiro sítio de contato com patógenos. Além de formarem uma barreira física contra partículas, estas células contribuem para o sistema imune inato do hospedeiro por produzirem mediadores inflamatórios, como citocinas. Assim, a interação de patógenos com receptores da célula hospedeira, como integrinas e "Toll-like Receptors", pode levar ao recrutamento destas moléculas para domínios na membrana plasmática, denominados de "membrane rafts", ocasionando a ativação dos receptores e de suas respectivas vias de sinalização celular, culminando com a expressão de citocinas.Dessa forma, o presente projeto possui como objetivo principal estudar os mecanismos celulares que participam da secreção de citocinas por células epiteliais infectadas com Paracoccidioides brasiliensis. Para isso, durante a infecção com leveduras de P. brasiliensis, será estudado: (i) a expressão de integrinas (a3 e a5) e TLRs (TLR2 e TLR4), (ii) quais receptores interagem entre si, (iii) quais receptores são recrutados para "membrane rafts" de células epiteliais, (iv) qual a importância de cada um destes receptores na secreção de citocinas IL-6 e IL-8, e (v) a ativação e modulação de vias de sinalização de TLRs e de SFKs na secreção de IL-6 e IL-8.