Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização imunoproteômica de Brucella canis para identificação de proteínas candidatas a antígenos para sorodiagnóstico

Processo: 16/01276-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Lara Borges Keid
Beneficiário:David Attuy Vey da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/13804-9 - Caracterização imunoproteômica de Brucella canis para identificação de proteínas candidatas a antígenos para sorodiagnóstico, BE.EP.DR
Assunto(s):Epidemiologia   Doenças transmissíveis   Zoonoses

Resumo

A brucelose canina é uma zoonose que ocasiona perdas econômicas aos criadores de cães em decorrência do comprometimento dos órgãos reprodutivos. É uma doença bacteriana infecciosa causada pela Brucella canis, considerada endêmica e negligenciada no Brasil. A infecção é de difícil diagnóstico em razão da ausência de testes sorológicos acurados disponíveis, em especial para a identificação de cães cronicamente infectados. O objetivo do presente projeto é realizar análise proteômica de uma cepa de campo de B. canis isolada no Brasil com o intuito de identificar proteínas imunogênicas candidatas a serem utilizadas como antígenos para testes sorológicos para o diagnóstico da infecção. Um painel composto de soros caninos obtidos de 17 cães em amostrados em diferentes fases da infecção (em bacteremia e em ausência de bacteremia) será empregado, assim como soros de cinco cães não infectados, a serem usados como controles negativos. Será realizada a extração de proteínas da cepa de B. canis seguida da separação proteica por eletroforese bidimensional. O perfil proteico obtido será avaliado, pelo método de Western blotting frente ao painel de soros caninos, com objetivo de identificar proteínas imunogênicas que sejam marcadores das diferentes fases da infecção. As proteínas selecionadas serão submetidas à espectrometria de massas (MALDI-TOF-MS) para sua identificação proteica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, DAVID ATTUY VEY; BRENDEBACH, HOLGER; GRUETZKE, JOSEPHINE; DIECKMANN, RALF; SOARES, RODRIGO MARTINS; RIBEIRO DE LIMA, JULIA TERESA; KEID, LARA BORGES; HOFREUTER, DIRK; AL DAHOUK, SASCHA. MALDI-TOF MS and genomic analysis can make the difference in the clarification of canine brucellosis outbreaks. SCIENTIFIC REPORTS, v. 10, n. 1 NOV 6 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.