Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade genética e filogeografia de urucum (Bixa orellana L.) na Amazônia Brasileira

Processo: 16/05912-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 01 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Elizabeth Ann Veasey
Beneficiário:Gabriel Dequigiovanni
Supervisor no Exterior: Paul Gepts
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Davis (UC Davis), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:13/08884-5 - Estrutura genética e sistema reprodutivo de populações de urucum (Bixa orellana L.) da Amazônia Brasileira e Brasil Central utilizando marcadores microssatélites, BP.DR
Assunto(s):Genética ecológica   Polimorfismo de um único nucleotídeo   Repetições de microssatélites   Urucum   Corantes naturais   Conservação biológica

Resumo

Urucum (Bixa orellana L.) é uma cultura tropical originária da América, provavelmente da região amazônica. Esta espécie recebe grande atenção devido ao corante natural vermelho extraído das sementes e utilizado em diversas áreas da indústria incluindo farmacêuticas, têxteis, alimentícias, de cosméticos, entre outras. Apesar da sua crescente importância econômica, a conservação e manipulação dos recursos genéticos de urucum representam o principal e mais desafiador objetivo para essa cultura. O Brasil apresenta a maior diversidade da espécie, desta forma a caracterização dessa diversidade é uma prioridade, a fim de promover a conservação de genótipos, bem como para fornecer informações para programas de melhoramento. Neste sentido, o principal objetivo deste projeto é caracterizar o nível e distribuição da diversidade genética de acessos de urucum coletados ao longo das principais bacias hidrográficas da Amazônia brasileira, usando diferentes abordagens, a fim de detectar possíveis centros de diversidade ou domesticação da espécie, bem como elucidar o processo de dispersão do urucum no Brasil. Serão estudadas 946 variedades locais e também 170 acessos de populações selvagens de urucum coletados em quintais de comunidades ribeirinhas na Amazônia brasileira utilizando marcadores microssatélites. Ainda, serão avaliados os padrões filogeográficos analisando sequências de DNA cloroplastidial de plantas cultivas e selvagens. Marcadores SNPs serão detectados utilizando a técnica de ddRAD para avaliar a estrutura e diversidade genômica. A partir de modelagens de nicho ecológico será avaliada a dinâmica da distribuição espacial das cinco espécies do gênero Bixa. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DEQUIGIOVANNI, GABRIEL; FERREYRA RAMOS, SANTIAGO LINORIO; ALVES-PEREIRA, ALESSANDRO; FABRI, ELIANE GOMES; PICANCO-RODRIGUES, DORIANE; CLEMENT, CHARLES ROLAND; GEPTS, PAUL; VEASEY, ELIZABETH ANN. Highly structured genetic diversity of Bixa orellana var. urucurana, the wild ancestor of annatto, in Brazilian Amazonia. PLoS One, v. 13, n. 6 JUN 6 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.