Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto PowerID: etiqueta de RFID com sensor de energia elétrica para aplicação na internet das coisas

Processo: 16/08196-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Circuitos Elétricos, Magnéticos e Eletrônicos
Pesquisador responsável:Manoel Vitório Barbin
Beneficiário:Marcelo Rebello Pimentel
Empresa:Pullup Soluções Sistemas Eletrônicos Ltda
Vinculado ao auxílio:15/50477-3 - Projeto PowerID, etiqueta de RFID com sensor de energia elétrica para aplicação na Internet das Coisas, AP.PIPE
Assunto(s):Dispositivo de identificação por radiofrequência   Internet das coisas

Resumo

Apontada como uma das principais tecnologias habilitadoras da internet do futuro são as etiquetas de RFID [1]. A tecnologia, comumente associada a rastreamento de objetos, tem sofrido importantes avanços em aplicações como sensores devido seu baixo custo e consumo de energia, em muitos casos dispensando a utilização de baterias e fontes externas. Motivado por este fim, o desenvolvimento do projeto PowerID, apoiado pela FAPESP através do programa PIPE fase 1, propõe-se ao desenvolvimento de uma etiqueta passiva Sensor baseado na tecnologia UHF-RFID capaz de detecção de consumo de energia elétrica em um cabo de energia conectado a um aparelho eletroeletrônico. Dentre suas potenciais aplicações, destaca-se seu uso em automação residencial e o monitoramento individualizado de energia dos aparelhos presentes nestes ambientes. O projeto alinha-se com as tendências do setor de energia ou SmartGrids, uma vez que promove uma tecnologia de sensores cuja aplicação está centrada em ambientes Indoor, domínio ainda carente de soluções para redução e otimização do consumo energético. Atua em um cenário cujo mercado, ainda que emergente, possui forte potencial de crescimento nos próximos anos. [2] Almeja-se como objetivo desta proposta de fase 2, a consolidação tecnológica do projeto da etiqueta RFID sensitiva desenvolvida e comprovada através de um protótipo obtendo como resultados o produto PowerId assim como seus componentes do sistema necessários. Vislumbra-se nesta etapa, a submissão de um pedido de patente de tal forma que os direitos da propriedade intelectual estejam resguardados tanto para a FAPESP, titular da eventual PI, quanto pelos pesquisadores e a empresa Pullup. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.