Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de anticorpos monoclonais humanos para o tratamento da Doença de Chagas

Processo: 16/06069-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Ricardo Jose Giordano
Beneficiário:André Azevedo Reis Teixeira
Supervisor no Exterior: Renata Pasqualini
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of New Mexico (UNM), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/13967-4 - Reconhecimento molecular entre Trypanosoma cruzi e células endoteliais: estudos por phage display, BP.DD
Assunto(s):Doença de Chagas   Anticorpos monoclonais   Trypanosoma cruzi   Phage display

Resumo

A doença de Chagas, causada pelo parasita Trypanosoma cruzi, afeta aproximadamente 8 milhões de pessoas em todo o mundo. A doença pode ser debilitante e até mesmo levar a óbito aqueles que desenvolvem cardiomiopatia ou uma das formas digestivas da doença, tendo impacto significativo no sistema de saúde e na sociedade. As opções de tratamento para os pacientes ainda estão limitados a dois medicamentos, ambos com efeitos colaterais importantes e eficácia limitada. É, portanto, urgente o desenvolvimento de alternativas terapêuticas para a esta doença. O nosso grupo vem estudando uma família multigênica presente no genoma do parasita chamada família das gp85/trans-sialidases. As proteínas codificadas por este grupo de genes são importantes no processo de invasão da célula hospedeira pelo parasita, promovendo a adesão às proteínas de membrana e a matriz extracelular. Anticorpos monoclonais criados contra membros desta família de proteínas são capazes de prevenir a invasão da célula hospedeira. Infelizmente, até hoje, nenhum destes anticorpos foi capaz de neutralizar amplamente todos os membros da família, mostrando níveis de inibição de invasão que variam entre 46-96%, dependendo da cepa e a forma do parasita utilizadas (tripomastigotas metacíclicos ou derivados de cultura de células). Para abordar esta questão, foram identificados dois motivos altamente conservadas dentro das proteínas gp85, chamados TS9 e FLY, ambos importantes para a infecção pelo parasita. Estas sequências são capazes de promover a adesão do parasita às células hospedeiras, desempenhando um papel importante no processo de invasão. Uma vez que estas sequências estão presentes em todas as proteínas gp85, são candidatos ideais como alvos para os anticorpos monoclonais neutralizantes. Neste projeto, propomos o uso da tecnologia de phage e yeast display para isolar e caracterizar anticorpos monoclonais humanos contra os motivos peptídicos TS9 e FLY. Estes anticorpos irão ter aplicações importantes como candidatos a drogas e no desenvolvimento de novas terapias eficazes para tratar indivíduos afetados por esta doença devastadora. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.