Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de cromatografia em contracorrente no isolamento de metabólitos secundários de duas espécies vegetais brasileiras da família Sapindaceae

Processo: 16/07079-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 27 de junho de 2016
Vigência (Término): 02 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacognosia
Pesquisador responsável:Fabiana Lima Silva
Beneficiário:Fabiana Lima Silva
Anfitrião: Svetlana Nikolaevna Ignatova
Instituição-sede: Instituto de Ciências da Saúde (ICS). Universidade Paulista (UNIP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Brunel University, Inglaterra  
Assunto(s):Sapindaceae   Saponinas   Química de produtos naturais   Flavonoides

Resumo

A cromatografia em contracorrente (CCC) é uma técnica muito vantajosa para a recuperação, purificação e isolamento de produtos naturais devido à natureza líquida de sua fase estacionária, que impede a retenção de compostos na matriz, sua reprodutibilidade, a possibilidade de aumento da escala, entre outras. Nesse trabalho pretende-se desenvolver metodologias para o isolamento de compostos provenientes das fases acetato de etila e n-butanol de duas espécies de Sapindaceae, Cardiospermum corindum L. e Serjana caracasana (Jacq.) Willd., que levem em conta os princípios de maior rendimento de cada composto associado ao menor consumo de sistemas de solvente e tempo reduzido gasto no processo. Em trabalhos anteriores realizados por nosso grupo obtivemos compostos com valor quimiotaxonômico nas fases mais apolares das espécies vegetais e ainda observamos atividades biológicas associada aos extratos e fases orgânicas das mesmas. Assim, uma vez que as fases orgânicas mais polares se mostraram promissoras quanto a atividades biológicas e trabalhos anteriores de outros grupos que estudaram espécies dos gêneros em questão reportaram a presença de classes de metabólitos secundários de valor quimiotaxonômico e de interesse biológico, justificam-se os estudos que contemplem o isolamento dos compostos presentes nessas fase orgânicas por meio de técnicas de separação por CCC, largamente utilizadas.