Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência dos ácidos graxos poli-insaturados no tratamento quimioterápico de glioblastoma (GBM)

Processo: 15/18311-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Alison Colquhoun
Beneficiário:Janaína Alessandra Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ácidos graxos insaturados   Glicoproteínas P   Neoplasias   Glioblastoma   Quimioterapia

Resumo

O câncer é uma doença crônica que ocorre devido ao crescimento desordenado das células. A doença compreende os gliomas, tumores cerebrais originados das células da glia. Os tratamentos mais utilizados para combater esses tumores, além das cirurgias, são a quimioterapia e a radioterapia. Apesar do efeito considerável na redução do número de células cancerosas, em alguns casos ocorrem falhas devido à capacidade adquirida por essas células de diminuir os níveis de concentração citoplasmáticos de diversas drogas administradas, favorecendo assim a resistência celular. Dentro deste contexto, observa-se a atuação dos ácidos graxos poli-insaturados em diferentes células resistentes aumentando a permeabilidade celular e permitindo a ação eficiente do tratamento, indicando que além da atividade isolada na diminuição da proliferação celular, através da apoptose, os ácidos graxos podem auxiliar a ação dos quimioterápicos em células resistentes impedindo o crescimento tumoral. Por esse motivo, o propósito principal do estudo é analisar o papel dos ácidos graxos ômega 3 e ômega 6 em células de glioma humano e glioma de rato in vitro sensíveis e resistentes a múltiplas drogas a fim de verificar os efeitos no crescimento tumoral e na ação quimioterápica observando posteriormente a atividade da combinação das drogas e ácidos graxos no tratamento in vivo. (AU)