Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da percepção somatossensorial orofacial e declínio cognitivo em idosos

Processo: 16/06162-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Paula Midori Castelo Ferrua
Beneficiário:Giovanna Nunes Chaves
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Assunto(s):Percepção do tato   Paladar   Saliva   Cognição   Fisiologia oral   Idosos

Resumo

Com o aumento na expectativa de vida, estudos que investiguem as alterações fisiológicas no idoso e que favoreçam o diagnóstico e tratamento de enfermidades são importantes. O estudo da percepção somatossensorial orofacial é relevante, pois esta se relaciona com funções protetivas e adaptativas. Assim, o objetivo desta pesquisa é avaliar a percepção somatossensorial orofacial e sua relação com a capacidade cognitiva em idosos. Essa pesquisa será de caráter observacional, transversal, onde serão avaliados o perfil sócio-econômico e uso de medicamentos, perfil nutricional, fluxo salivar, percepção gustativa, sensibilidade orofacial tátil e capacidade cognitiva em 100 idosos (50 homens e 50 mulheres) residentes no município de Santo André (SP) e referenciados ao Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina da Fundação ABC (Unidade Básica de Saúde "Capuava"). A estatística descritiva será aplicada para obtenção de médias, desvio padrão, medianas e desvio interquartílico. O teste Komolgorov-Smirnov verificará a normalidade dos dados coletados. Testes de correlação (Pearson/Spearman) serão utilizados para testar a correlação entre as variáveis em estudo; por meio do teste Qui-quadrado, será verificada a associação entre polifarmácia e alterações na percepção sensorial orofacial. Um modelo de regressão linear múltipla será utilizado para se verificar a influência da capacidade cognitiva sobre a variância na percepção sensorial orofacial dos idosos.