Busca avançada
Ano de início
Entree

Magnetoestratigrafia da sucessão vulcânica e sedimentar do rio Zarqa, Jordânia

Processo: 16/04809-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Giancarlo Scardia
Beneficiário:Giovana Oliveira Pimentel
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Pleistoceno   Paleomagnetismo   Oriente Médio   Arqueologia   Estratigrafia

Resumo

Devido a sua localização no Oriente Médio, a Jordânia encontra-se na rota de migração que utilizada pelos hominínios em sua expansão da África para a Eurásia desde o começo do Pleistoceno e, pela antiguidade das evidencias arqueológicas encontradas, a região do Rio Zarqa tornou-se, recentemente, o lugar mais importante para investigar quando e como ocorreu a primeira saída do nosso gênero para fora da sua terra natal e esclarecer os estágios da evolução das indústrias de artefatos líticos associadas com as sucessivas migrações ocorridas durante todo o Pleistoceno. O vale do Rio Zarqa apresenta um preenchimento composto por depósitos fluviais intercalados com derrames basálticos de idade Plio-Pleistocênica. A sucessão vulcano-sedimentar é organizada em três terraços fluviais principais, cujo mais alto contem rastros de antigos hominínios e fósseis de mamíferos do Pleistoceno Inferior. O objetivo desse projeto é a datação da sequência vulcano-sedimentar do vale do Rio Zarqa através da magnetoestratigrafia, para fornecer vínculos cronológicos às jazidas arqueológicas aí encontradas e que são foco do estudo da missão brasileira em andamento nesta região.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.