Busca avançada
Ano de início
Entree

Ciência e Tecnologia e Soft Power: uma perspectiva americana e europeia

Processo: 16/08684-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de agosto de 2016
Vigência (Término): 14 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Janina Onuki
Beneficiário:Amanda Almeida Domingues
Supervisor no Exterior: John Krige
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Georgia Institute of Technology, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/26005-1 - Política externa e Diplomacia Científica: desenvolvimento e inserção internacional, BP.DR
Assunto(s):Política externa   Diplomacia científica   Relações internacionais   Cooperação internacional

Resumo

Esta proposta de pesquisa é um desdobramento do projeto de pesquisa de doutorado aprovado previamente pela FAPESP. A intenção desta proposta é delinear um dos objetivos específicos da tese, defendendo que sua consecução deva ser feita em estágio no exterior. O principal objetivo da pesquisa a ser conduzida no exterior é identificar, definir e analisar as ferramentas usadas pelos estados para fortalecer e implementar estratégias de Diplomacia Científica (DC), que podem ser entendidas como os processos pelos quais os estados representam a si próprios e seus interesses na arena internacional em termos de áreas do conhecimento.A pesquisa terá como foco os Estados Unidos e países selecionados da Europa, desde o início da Guerra Fria, nos anos 50, quando diversos conflitos existiam, ou seja, havia muito espaço e motivos para a utilização de Ciência e Tecnologia (C&T) como uma ferramenta de aproximação entre os países. A hipótese é que o grau de desenvolvimento da C&T está relacionado à variedade de ferramentas de C&T usadas nas políticas externa como soft power. Países com maior excelência em C&T, como os Estados Unidos e o Reino Unido, usam um número maior de ferramentas em suas estratégias para a DC e determinam estas estratégias baseando-se em questões multilaterais. O projeto consiste em um estudo qualitativo e seu desenho de pesquisa possui dois elementos: um descritivo e um comparativo. A pesquisa contará como métodos, com uma extensa revisão da literatura, bem como com análise de documentos de arquivos históricos e tabelas verdade produzidas de acordo com o método Qualitative Comparative Analysis.