Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de pontos salientes 3D em imagens de ressonância magnética do cérebro humano usando a transformada wavelet complexa de árvore dupla

Processo: 15/26512-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Ricardo José Ferrari
Beneficiário:Nicole Zafalon Kovacs
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Alzheimer   Esclerose múltipla   Processamento de imagens   Ressonância magnética   Análise de ondaletas

Resumo

O imageamento por ressonância magnética (RM) tornou-se uma ferramenta fundamental para o estudo e diagnóstico de diversas doenças e síndromes do sistema nervoso central (SNC), como, por exemplo, a Esclerose Múltipla e a doença de Alzheimer. Para permitir um diagnóstico rápido e preciso, assim como o acompanhamento evolutivo dessas doenças, é necessário segmentar e medir o volume de estruturas importantes do cérebro. Dentre as várias abordagens propostas na literatura para a segmentação de estruturas cerebrais em imagens de RM, aquelas baseadas em modelos geométricos deformáveis estão entre as que apresentam os melhores resultados. No entanto, uma das principais dificuldades da aplicação de tais modelos para a segmentação de imagens médicas é o posicionamento inicial adequado das malhas. Portanto, o principal objetivo desse projeto de pesquisa é o desenvolvimento de um método automático para a detecção de pontos salientes em imagens 3D de ressonância magnética do cérebro humano. Se bem sucedido, o método desenvolvido poderá ser empregado na inicialização de modelos geométricos deformáveis. (AU)