Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação da herança genética pelo treinamento físico induzida pela interleucina-6

Processo: 15/24399-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Ronaldo de Carvalho Araújo
Beneficiário:Thaís Alves da Silva
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epigênese genética   Reprodução   Metilação de DNA   Exercício físico   Interleucina-6   Sequenciador de DNA   Metilação   Espermatozoides animal

Resumo

Atualmente é estabelecido que o quadro gênico transmitido à prole obtido através da sequência de DNA, envolve também a passagem de informações epigenéticas importantes que incluem: a metilação do DNA por DNA metiltransferases (Dnmt); acetilação de histonas por histona acetiltransferases (HAT) ou histona deacetilases (HDAC); e, microRNAs que inibem a produção de proteínas. Experiências nutricionais de ambos os pais durante ou anterior à concepção, como a obesidade paterna, tem efeitos epigenéticos durante a vida embrionária da prole que podem acarretar em implicações na vida adulta, como uma maior propensão à obesidade. O exercício físico promove a redução da massa de tecido adiposo e a melhora da função sexual de machos obesos, além de reduzir a propensão à obesidade na vida adulta dos filhos, entretanto, ainda não está estabelecido qual o mecanismo responsável pela ação do exercício como fator genético transgeracional. A Interleucina-6 (IL-6) é a principal miocina liberada pelo músculo em contração, agindo principalmente pelas vias de sinalização JAK/STAT, JAK/ERK, JAK/PI3K e JAK/MAPK, com efeitos anti-inflamatórios e metabólicos importantes. Além disso, não há na literatura o papel da IL-6 no testículo quando liberada no exercício, somente o seu efeito pró-inflamatório, que age negativamente sobre a espermatogênese através da regulação da barreira hemato-testicular e das Células de Sertoli. Dessa forma, objetivamos analisar o papel da IL-6 em modelos de exercício físico como fator epigenético e transgeracional no padrão de metilação dos espermatozoides de animais wild types e nocautes para IL-6.