Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do composto de sulfato de glicosamina e sulfato de condroitina e da terapia laser de baixa intensidade (LLLT) associada ou não na cartilagem articular em modelo de transecção do ligamento cruzado anterior em ratos

Processo: 16/02538-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ana Claudia Muniz Renno
Beneficiário:Cyntia Eugenio Criniti
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Cartilagem articular   Condroitina   Reabilitação (terapêutica médica)   Osteoartrite   Terapia a laser de baixa intensidade   Modelos animais de doenças

Resumo

A osteoartrite (OA) é caracterizada como uma doença crônica progressiva, mundialmente frequente sendo o joelho a articulação mais acometida. O composto de sulfato de glicosamina e sulfato de condroitina e a terapia laser de baixa intensidade (LLLT- Low-Level Laser Therapy) têm sido frequentemente utilizados como estratégias terapêuticas não invasivas que visam amenizar e prevenir a evolução da OA, contudo as vias de sinalização acionadas por estes recursos permanecem incertas. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar os efeitos do composto de sulfato de glicosamina e sulfato de condroitina, da LLLT e da associação de ambos sobre a cartilagem articular de joelho de ratos submetidos a um modelo de OA induzida através da secção do ligamento cruzado anterior (TLCA). Serão utilizados 40 ratos da linhagem Wistar, machos, separados em 4 grupos (n=10): osteoartrítico (OA); osteoartrítico e submetidos à LLLT (OAL); osteoartrítico e submetido ao tratamento com o composto de sulfato de glicosamina e sulfato de condroitina (OAGC); osteoartrítico e submetidos ao tratamento com o composto de sulfato de glicosamina e sulfato de condroitina associado à LLLT (OALGC). Os tratamentos terão início 24 horas após a cirurgia durante 30 dias consecutivos. Será administrado combinação de sulfato de glicosamina 500 mg/kg e sulfato de condroitina 400 mg/kg (via oral). Ademais, será utilizado um laser AsGaAl (contínuo; » = 808 nm; P = 50 mW; área do feixe = 0,028 cm2; t = 28 s; D = 50 J/cm2; E = 1,4 J; irradiância = 17,8 mW/cm2) em 2 pontos da pata traseira esquerda (linha articular medial e lateral). Para avaliação e comparação dos efeitos do tratamento serão realizadas análises histológicas utilizando os critérios da OARSI, morfométricas de espessura e densidade de condrócitos, assim como análises da expressão proteica de IL-1² e MMP-13. (AU)