Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do repertório de Linfócitos T específicos para antígenos tumorais em doadores saudáveis utilizando bibliotecas de Linfócitos T

Processo: 16/01137-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Jose Alexandre Marzagão Barbuto
Beneficiário:Mariana Pereira Pinho
Supervisor no Exterior: Federica Sallusto
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università della Svizzera italiana, Suíça  
Vinculado à bolsa:14/25988-1 - Análise do repertório de Linfócitos T em pacientes com câncer: desvendando a resposta imune antitumoral em humanos, BP.DR
Assunto(s):Linfócitos T

Resumo

É sabido que, em algumas circunstâncias, a resposta imune adaptativa é capaz de especificamente reconhecer e eliminar células tumorais, uma característica que vem sendo explorada no desenvolvimento de diversos protocolos imunoterapêuticos. Isso somente é possível porque, durante o processo de tumorigênese, as células transformadas acumulam mudanças na sequência de proteínas (mutações) e em seu padrão de expressão, gerando antígenos associados a tumores (TAAs) que podem ser reconhecidos pela resposta imune adaptativa, induzindo uma resposta. Porém, linfócitos T com receptores de alta afinidade para TAAs, devido à sua similaridade e até mesmo identidade com antígenos próprios, deveriam ter sido eliminados pela tolerância central. No entanto, linfócitos T específicos para TAAs podem ser detectados em pacientes com câncer e também em indivíduos saudáveis. Porém, a frequência e especificidade dos linfócitos T que reconhecem as células tumorais são desconhecidas. Isto acontece porque, geralmente, este tipo de análise é feita através da avaliação da presença de linfócitos T específicos para um único epítopo de um TAA. Por outro lado, o aperfeiçoamento dos protocolos de imunoterapia ativa para câncer depende da determinação do potencial real de reconhecimento de TAAs pelo sistema imunológico. Portanto, este projeto tem como objetivo estudar de maneira ampla o repertório de linfócitos T específicos para TAAs em doadores saudáveis. Para isso, os linfócitos T serão avaliados por uma nova metodologia que permite uma ampla avaliação do repertório de linfócitos T específicos para um antígeno: a metodologia de triagem de bibliotecas de linfócitos T. Essas bibliotecas serão construídas a partir da expansão inespecífica de cada uma das subpopulações de linfócitos T conhecidas (naïve/memória central/memória efetora ou Th1/Th2/Th17/Th22) e posterior desafio com diferentes TAAs. Com esta metodologia, esperamos entender melhor o real potencial do sistema imunológico humano em reconhecer antígenos tumorais.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINHO, MARIANA PEREIRA; PATENTE, THIAGO ANDRADE; FLATOW, ELIZABETH ALEXANDRA; SALLUSTO, FEDERICA; MARZAGAO BARBUTO, JOSE ALEXANDRE. Frequency determination of breast tumor-reactive CD4 and CD8 T cells in humans: unveiling the antitumor immune response. ONCOIMMUNOLOGY, v. 8, n. 8 MAY 2019. Citações Web of Science: 0.
PATENTE, THIAGO A.; PINHO, MARIANA P.; OLIVEIRA, ALINE A.; EVANGELISTA, GABRIELA C. M.; BERGAMI-SANTOS, PATRICIA C.; BARBUTO, JOSE A. M. Human Dendritic Cells: Their Heterogeneity and Clinical Application Potential in Cancer Immunotherapy. FRONTIERS IN IMMUNOLOGY, v. 9, JAN 21 2019. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.