Busca avançada
Ano de início
Entree

Nada a ver com baço: histórias do teatro em Roma Antiga

Processo: 16/10040-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 07 de julho de 2016
Vigência (Término): 06 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:Isabella Tardin Cardoso
Beneficiário:Isabella Tardin Cardoso
Anfitrião: Jurgen Paul Schwindt
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Heidelberg University, Alemanha  

Resumo

Este projeto integra uma pesquisa mais ampla sobre imagens de teatro em Roman antiga. Nesta etapa, pretendo considerar o modo como a história da arte dramática é narrada em textos selecionados da era de Augusto, uma época em que os festivais (inclusive os ludi scaenici) "determinavam o ritmo" da cidade (Brandt; Iddeng 2012, p. 2). Nesse contexto, é impressionante constatar as divergências entre os relatos de Horácio (Ep. 2.1, 139-213), Virgílio (Georg. 2.371-396), e Tito Lívio (Liv. 7.2) acerca da origem e do desenvolvimento do teatro na civilização romana. Apesar da ampla atenção já dedicada a tais excertos, uma apreciação dos seus recursos poéticos e retóricos, bem como de seus efeitos nas respectivas obras ainda se mostra necessária. Em lugar de buscar a versão correta entre tais narrativas, a investigação aqui visada tem como objetivo contribuir tanto para delinear com precisão seu significado, suas lacunas e limites, quanto para uma reflexão sobre associações recorrentes entre: a) teatro, natureza e agricultura; b) festivais, cultura, religião; c) arte dramática e historiografia; d) arte dramática e carmina.