Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de beta-galactosidase a partir de subprodutos gerados pela indústria de laticínios

Processo: 16/09186-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Vanildo Luiz Del Bianchi
Beneficiário:Érika Fernanda Mosinahti
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Indústria de laticínios   Demanda química de oxigênio   Atividade enzimática   Lactose   Queijo   Kluyveromyces marxianus   beta-Galactosidase   Bioprocessos

Resumo

Devido à alta concentração de lactose, proteínas e sais minerais, os subprodutos de laticínios apresentam uma elevada demanda química de oxigênio, podendo acarretar diversos problemas ao meio ambiente, quando descartado de maneira inadequada. Visando a redução do seu potencial poluidor, estudos anteriores utilizaram deste meio altamente nutritivo para a produção de bioprodutos como etanol e biomassa. Para isso, foram utilizadas a levedura Kluyveromyces marxianus e levedura selvagem isolada do soro de queijo gorgonzola, em meio de cultivo contendo soro de queijo enriquecido com extrato de levedura, (NH4)2SO4, ZnSO4, MgSO4 e K3PO4. As fermentações foram realizadas em condições de anaerobiose, microaerobiose e aerobiose por 24h, sendo que os resultados não divergiram significativamente de acordo com as agitações. Além disso, a comparação entre soro de queijo in natura e permeado de soro destaca o soro de queijo in natura como mais satisfatório para a produção de biomassa. Neste projeto, pretende-se analisar a influência do meio de cultivo na produção de ²-galactosidase por células de Kluyveromyces marxianus. Serão realizadas análises de lactose, crescimento celular, pH, atividade enzimática e demanda química de oxigênio. A extração da enzima intracelular será realizada por autólise das células de levedura, promovida por clorofórmio. Espera-se, assim, obter tanto um produto intracelular (a enzima), como extracelular (o a levedura) em um mesmo bioprocesso, além da produção de álcool (que não é do escopo desse estudo) e a diminuição do impacto ambiental causado pela empresa.