Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução do cuidado parental em rãs-de-vidro (Amphibia: Anura: Centrolenidae)

Processo: 16/05070-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 01 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Cynthia Peralta de Almeida Prado
Beneficiário:Anyelet Valencia Aguilar
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/09852-3 - Sistema de acasalamento nas rãs-de-vidro (Anura, Centrolenidae): evidência de comportamentos reprodutivos alternativos?, BE.EP.DR   17/07219-9 - Relações genéticas entre as larvas e os machos cuidadores da rã-de-cristal Hyalinobatrachium cappellei (Anura, Centrolenidae), BE.EP.DR
Assunto(s):Predação   Dessecação   Territorialidade     Região neotropical

Resumo

O cuidado parental promove a sobrevivência da prole, mas implica algum custo para os pais. Em anfíbios anuros, o cuidado parental é diverso, embora seja exibido em apenas cerca de 20% das espécies. A assistência aos ovos é a forma mais comum de cuidado em anuros, principalmente associado à proteção dos ovos contra patógenos e dessecação. Embora tenham sido propostas várias hipóteses filogenéticas e considerações sobre a evolução do cuidado parental em anuros, estudos sobre este comportamento em várias famílias estão faltando. O objetivo geral deste projeto é avaliar se o grau de parentesco influência a intensidade de assistência aos ovos pelos machos, por conseguinte influenciando a mortalidade dos ovos devido ao alto risco de dessecação e predação diminuindo a sobrevivência da prole. Além disso, será realizada uma análise filogenética comparativa sobre a evolução do comportamento de cuidado parental em Centrolenidae. No capítulo 1, testaremos a hipótese de que a sobrevivência dos ovos e a eclosão das larvas, é influenciada pela estratégia de cuidado paternal. Espera-se que em Hyalinobatrachium cappellei um aumento na frequência de assistência aos ovos por parte do macho vai resultar num aumento da sobrevivência da prole. No capítulo 2, testaremos o modelo "macho-terrirorial", onde um alto grau de parentesco genético entre os pais e suas desovas corresponde a um aumento da intensidade de assistência às mesmas. Espera-se que o macho que cuida das desovas seja de fato o pai genético da prole, uma vez que esse cuido implica em custos, de perda de oportunidades de acasalamento e ingestão de alimentos pelos machos. No capítulo 3, realizaremos uma análise filogenética comparativa utilizando o método de parcimônia para investigar os fatores que levam à evolução do cuidado parental nas espécies de rãs-de-vidro da família Centrolenidae. Nossa hipótese sobre a evolução do cuidado parental irá fornecer informações até então pouco exploradas na literatura a respeito da seleção sexual em anuros neotropicais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.