Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo da estabilidade microestrutural e das propriedades magnéticas de dois aços Fe-Mn-C (1,5%Mne 17%Mn)

Processo: 15/26409-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Maria Jose Ramos Sandim
Beneficiário:Isnaldi Rodrigues de Souza Filho
Instituição-sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/17170-7 - Caracterização microestrutural avançada de dois aços Fe-Mn-C (1,5 porc. Mn e 17 Mn porc. Mn) em diferentes condições metalúrgicas, BE.EP.DR
Assunto(s):Propriedades magnéticas

Resumo

Neste projeto serão investigados dois aços Fe-Mn-C (1,5%Mn e 17%Mn) quanto a sua evolução microestrutural e propriedades magnéticas. Para esses dois aços o efeito TRIP (do inglês Transformation-Induced Plasticity) é esperado ocorrer com maior intensidade para o aço com menor teor de manganês. O foco principal desse trabalho recairá sobre a formação da martensita induzida por deformação (e sua reversão). Além disso, a formação da martensita induzida por resfriamento também será investigada. Os dois aços serão laminados a frio e, posteriormente, recozidos em altas temperaturas (até 1000oC). As amostras serão caracterizadas por meio de microdureza Vickers, difração de raios X convencional (macrotextura), microscopia óptica (MO), microscopia eletrônica de varredura (MEV), difração de elétrons retroespalhados (EBSD), dilatometria e medidas magnéticas ex situ e in situ. As medidas magnéticas in situ serão obtidas durante o recozimento e resfriamento do material (até temperaturas criogênicas). A partir das medidas magnéticas, além da magnetização de saturação (Ms) será também analisado o comportamento do campo coercivo (Hc) do material. Possíveis efeitos de anisotropia na martensita causadas pela laminação serão investigados a partir dos experimentos de dilatometria e de medidas magnéticas. Medidas de difração de raios X in situ também serão realizadas em temperatura ambiente durante ensaios de tração uniaxial do material para acompanhar as transformações de fases durante a deformação plástica. Além do mais, uma análise do material de partida (não deformado) via EBSD e software ARPGE permitirão a reconstrução da estrutura-mãe de grãos austeníticos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUZA FILHO, I. R.; DUTTA, A.; ALMEIDA JUNIOR, JR., D. R.; LU, W.; SANDIM, M. J. R.; PONGE, D.; SANDIM, H. R. Z.; RAABE, D. The impact of grain-scale strain localization on strain hardening of a high-Mn steel: Real-time tracking of the transition from the gamma -> epsilon -> alpha ` transformation to twinning. ACTA MATERIALIA, v. 197, p. 123-136, SEP 15 2020. Citações Web of Science: 0.
SOUZA FILHO, I. R.; SANDIM, M. J. R.; PONGE, D.; SANDIM, H. R. Z.; RAABE, D. Strain hardening mechanisms during cold rolling of a high-Mn steel: Interplay between submicron defects and microtexture. MATERIALS SCIENCE AND ENGINEERING A-STRUCTURAL MATERIALS PROPERTIES MICROSTRUCTURE AND PROCESSING, v. 754, p. 636-649, APR 29 2019. Citações Web of Science: 1.
SOUZA FILHO, I. R.; DA SILVA, A. KWIATKOWSKI; SANDIM, M. J. R.; PONGE, D.; GAULT, B.; SANDIM, H. R. Z.; RAABE, D. Martensite to austenite reversion in a high-Mn steel: Partitioning-dependent two-stage kinetics revealed by atom probe tomography, in-situ magnetic measurements and simulation. ACTA MATERIALIA, v. 166, p. 178-191, MAR 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.