Busca avançada
Ano de início
Entree

A relação entre conhecimento e moral na obra tardia de Theodor W. Adorno

Processo: 16/06614-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 01 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Vladimir Pinheiro Safatle
Beneficiário:Felipe Catalani
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/21507-7 - Adorno e a crítica à filosofia moral, BE.EP.MS
Assunto(s):Teoria crítica   Obra literária   Dialética

Resumo

Nesta pesquisa, pretende-se investigar a relação entre conhecimento e moral na obra tardia de Adorno a partir de certos modelos de crítica com a finalidade de compreender como o autor visa reatualizar um dos pressupostos fundamentais da teoria crítica tal como formulado por Max Horkheimer, a saber, o interesse pela emancipação. Em seu livro Dialética Negativa (1966), Adorno trabalha intensamente questões vinculadas à teoria do conhecimento e à filosofia moral. Nosso intuito será o de investigar certos "modelos críticos", que, embora tenham o caráter fragmentário próprio do estilo ensaístico, são costurados pelo fio comum da crítica, na qual se vinculam a objetividade do conhecimento filosófico e o interesse moral pela transformação do existente. Trata-se fundamentalmente de compreender como que "a crítica lógica e a enfático-prática, de que a sociedade precisa ser transformada, são momentos do mesmo movimento do conceito" . (AU)