Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência dos hormônios sexuais nas respostas ventilatórias, termorreguladoras e na concentração de monoaminas de ratos e ratas

Processo: 16/04276-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Luciane Helena Gargaglioni Batalhão
Beneficiário:Danuzia Ambrozio Marques
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/21730-5 - Localização dos receptores beta de progesterona na membrana de neurônios respiratórios do cérebro de ratos machos e fêmeas e efeitos da hipóxia, BE.EP.DR
Assunto(s):Pletismografia   Fenômenos fisiológicos respiratórios   Catecolaminas

Resumo

De acordo com literatura atual, existem muitas diferenças entre os gêneros no controle da ventilação uma vez que estudos demonstram um dimorfismo sexual em humanos em anormalidades do sistema respiratório como as apnéias repetidas, hipopnéias, e oscilações de respiração que apresentam uma incidência 3 vezes maior em homens do que em mulheres. Diferenças sexo-específicas também são observadas no controle da temperatura corporal (Tc) uma vez que mulheres apresentam uma temperatura variável ao longo do ciclo menstrual. Uma possível explicação para essa diferença entre os gêneros tanto no controle da Tc quanto da respiração está justamente ligada ao fato das diferenças de concentrações de hormônios sexuais, a saber, testosterona, estradiol e progesterona, que existem entre machos e fêmeas. Além disso, sabe-se que existem regiões no sistema nervoso central (SNC) que são sexualmente dimórficas e que por sua vez tem um importante papel no controle da termogênese e ventilação como a POA e o LC. Tanto a dopamina (DA), como a noradrenalina (NE) e a serotonina (5-HT) são neurotransmissores classificados como monoaminas que participam no controle da ventilação e da termorregulação atuando em regiões do SNC como o LC, Rafe e POA, que por sua vez apresentam diferenças sexo-específicas. Assim sendo, o objetivo do nosso projeto será avaliar a influência dos principais hormônios sexuais sobre a ventilação e temperatura corporal frente a hipercapnia e bem como quantificar as monoaminas supracitadas nos núcleos da Rafe, POA e LC, de ratos machos e fêmeas através do punch destas regiões e posterior avaliação pela da técnica de HPLC-ED, Palavras-chave: SNC, dimorfismo-sexual, catecolaminas, punch, HPLC-ED, pletismografia, reposição hormonal, castração, ratos Wistar.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARQUES, DANUZIA A.; DE CARVALHO, DEBORA; DA SILVA, GLAUBER S. F.; SZAWKA, RAPHAEL E.; ANSELMO-FRANCI, JANETE A.; BICEGO, KENIA C.; GARGAGLIONI, LUCIANE H. Influence of estrous cycle hormonal fluctuations and gonadal hormones on the ventilatory response to hypoxia in female rats. PFLUGERS ARCHIV-EUROPEAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY, v. 469, n. 10, p. 1277-1286, OCT 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.