Busca avançada
Ano de início
Entree

Remoção de íons prata e cobre por bioadsorção em resíduo da extração de alginato de alga marinha

Processo: 16/06173-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Meuris Gurgel Carlos da Silva
Beneficiário:Geovani Rocha de Freitas
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Tratamento de águas residuárias   Alginatos   Algas marinhas

Resumo

Este projeto de pesquisa tema de dissertação de mestrado visa ao estudo da remoção de íons prata e cobre utilizando como bioadsorvente o resíduo da extração do alginato da alga marinha Sargassum filipendula. A bioadsorção será estudada por meio de ensaios em batelada e dinâmicos em coluna de leito fixo. O resíduo da extração do alginato vem tendo sua avaliação como adsorvente iniciada recentemente e, já vem apresentando grande potencial para este uso, tendo em vista a comprovada eficiência da alga Sargassum filipendula como adsorvente de metais tóxicos, além disso, é possível se fazer uso da aplicação comercial do alginato extraído em indústrias farmacêutica e de alimentos como espessante e geleificante. O resíduo da extração pós processo de bioadsorção será caracterizado para melhor compreensão de suas composições e características de adsorção. As técnicas de microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia na região do infravermelho, entre outras, serão empregadas. Os experimentos envolverão o estudo cinético e de equilíbrio e estudo em coluna. Modelos matemáticos serão avaliados para descrever a cinética, o equilíbrio termodinâmico e o comportamento do leito fixo de bioadsorvente na remoção dos metais a partir dos dados experimentais de curva de ruptura. Neste contexto, o aproveitamento deste resíduo como adsorvente alternativo poderá contribuir tanto para mitigação de questões ambientais como para redução de custos em processos industriais. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE FREITAS, GEOVANI ROCHA; CARLOS DA SILVA, MEURIS GURGEL; ADEODATO VIEIRA, MELISSA GURGEL. Biosorption technology for removal of toxic metals: a review of commercial biosorbents and patents. Environmental Science and Pollution Research, v. 26, n. 19, SI, p. 19097-19118, JUL 2019. Citações Web of Science: 3.
DE FREITAS, GEOVANI ROCHA; ADEODATO VIEIRA, MELISSA GURGEL; CARLOS DA SILVA, MEURIS GURGEL. Batch and Fixed Bed Biosorption of Copper by Acidified Algae Waste Biomass. Industrial & Engineering Chemistry Research, v. 57, n. 34, p. 11767-11777, AUG 29 2018. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.