Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas fisiológicas, bioatividade e análises de expressão diferencial de proteínas da alga parda Sargassum SP. c. Agardh (Phaeophyceae, Fucales) submetida a radiação UV

Processo: 16/03095-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Fanly Fungyi Chow Ho
Beneficiário:Luz Karime Polo Osorio
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/17758-7 - Impacto da radiação UV na composição química de Sargassum SP.: perfis de clorofila, carotenóides e ácidos graxos, BE.EP.DR
Assunto(s):Raios ultravioleta   Algologia   Algas   Biotecnologia   Bioatividade   Proteômica

Resumo

Os ecossistemas aquáticos são os principais componentes da Terra e produzem mais de 50% da biomassa no planeta. Dentro desse ecossistema, as algas contribuem de forma significativa para a biodiversidade global, desempenhando uma ou mais funções e serviços ecossistêmicos. As respostas ecofisiológicas e o potencial de uso e exploração das macroalgas são influenciados por condiciones ambientais como radiação UV. Estudos dos efeitos da radiação UV são essenciais para entender as bases metabólicas da adaptação fisiológica das macroalgas e podem subsidiar a compreensão de possíveis efeitos de mudanças climáticas globais pelo significativo impacto sobre os padrões de distribuição geográfica, zonação vertical e produtividade primária. Com base nas informações citadas, as respostas da macroalga parda Sargassum sp. serão estudadas para determinar o efeito produzido pela radiação UV nos diferentes processos biológicos e fisiológicos. Serão avaliados aspectos como taxa de crescimento, conteúdo pigmentar, potencial antioxidante e atividade biológica, assim como sua expressão diferencial de proteínas, após tratamentos com radiação UV (PAR, PAR+UVA e PAR+UVB). O acompanhamento das diversas respostas será analisado em quatro tempos diferentes (0, 4, 7 e 10 dias); porém, as análises de atividade antioxidante, potencial bioativo a expressão diferencial de proteínas serão avaliadas em dois tempos (0 e 10 dias). O presente estudo ajudará a responder se as radiações UVA e UVB afetam de forma diferente os processos biológicos e fisiológicos de Sargassum sp., e se existe expressão diferencial de algumas proteínas e mudanças na bioatividade sob estas condições.