Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos sobre (in)atividade física em pacientes com artrite reumatóide: caracterização, associações com a doença e efeitos da interrupção do tempo sedentário

Processo: 15/26937-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Bruno Gualano
Beneficiário:Ana Jéssica Pinto
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/19418-9 - Efeitos agudos e crônicos da redução do tempo sedentário em pacientes com artrite reumatoide: o estudo take a stand for health, BE.EP.DD
Assunto(s):Atividade física   Sedentarismo   Artrite reumatoide

Resumo

A Artrite Reumatoide (AR) é uma doença autoimune inflamatória sistêmica e crônica de etiologia desconhecida, caracterizada pelo acometimento das articulações sinoviais, causando dor e edema. Onde as manifestações clínicas apresentadas pelos pacientes com AR podem contribuir com a piora das capacidades físicas, da qualidade de vida, maior risco de morbimortalidade cardiovascular e para o desenvolvimento de um estilo de vida sedentário nestes pacientes. Contudo, sabe-se que programas de exercício aeróbio e de força, realizados em intensidade moderada a alta podem melhorar a capacidade aeróbia, força muscular, capacidade funcional, fatores de risco cardiovascular e composição corporal em pacientes com AR. Os benefícios que a prática de exercício físico promove na população saudável e em pacientes com AR é incontestável. Entretanto, um número crescente de evidências sugere que, em adição ao cumprimento das recomendações de atividade física, os indivíduos deveriam objetivar a redução do tempo gasto em comportamento sedentário para promover melhoras na saúde. Alguns estudos têm demonstrado que a simples interrupção de longos períodos gastos em comportamento sedentário está associada com melhora de fatores de risco cardiovascular e redução do risco de mortalidade por todas as causas. Diante do exposto, é plausível assumir que intervenções que promovam a redução do tempo sedentário e a interrupção do comportamento sedentário com atividades leves podem ter um efeito positivo nas comorbidades e nos fatores de risco cardiovascular em pacientes com AR. Ademais, ao nosso conhecimento, nenhum estudo na literatura teve como objetivo verificar se uma intervenção para promover a redução do tempo sedentário e aumento de interrupções no comportamento sedentário é eficaz em pacientes com AR. Tendo em vista o exposto, este trabalho terá como objetivos (1) avaliar o tempo sedentário, número de interrupções do tempo sedentário e o nível de atividade física em pacientes diagnosticadas com AR; (2) investigar os efeitos de uma intervenção que promove a interrupção do tempo sedentário em parâmetros relacionados à atividade da doença, composição corporal, parâmetros sanguíneos, fatores de risco para doenças cardiovasculares, capacidade física e qualidade de vida em pacientes com AR. Além disso, expandir o conhecimento sobre os mecanismos acerca da influência da interrupção do tempo sedentário no músculo esquelético desses pacientes. Dois estudos serão conduzidos como parte do presente projeto. O primeiro será um estudo transversal descritivo e de associação (estudo 1), enquanto que o segundo será um estudo longitudinal, randomizado, de grupos paralelos e controlado (estudo 2). As pacientes serão recrutadas no Ambulatório de Reumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP). E este estudo será desenvolvido no Laboratório de Avaliação e Condicionamento em Reumatologia (LACRE). As voluntárias serão analisadas quanto aos seguintes parâmetros: (1) nível de (in)atividade física (acelerômetro e ActivPAL®); (2) avaliação clínica global (questionários específicos); (3) antropometria e composição corporal (DXA); (4) parâmetros sanguíneos hematológicos e inflamatórios (coletas de sangue e quantificação de citocinas); (5) fatores de risco cardiovascular (questionário de estratificação de risco cardiovascular de Framingham); (6) capacidade aeróbia (teste ergoespirométrico); (7) capacidade funcional e fadiga (testes funcionais e questionários específicos); (8) qualidade de vida (SF-36); (9) biópsia muscular (apenas estudo 2). (AU)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SABATINI, FERNANDA; ULIAN, MARIANA D.; PEREZ, ISABEL; PINTO, ANA JESSICA; VESSONI, ANDRE; ABURAD, LUIZ; BENATTI, FABIANA B.; DE CAMPOS-FERRAZ, PATRICIA LOPES; COELHO, DESIRE; SATO, PRISCILA DE MORAIS; ROBLE, ODILON J.; UNSAIN, RAMIRO FERNANDEZ; SCHUSTER, ROSEANNE C.; GUALANO, BRUNO; SCAGLIUSI, FERNANDA B. Eating Pleasure in a Sample of Obese Brazilian Women: A Qualitative Report of an Interdisciplinary Intervention Based on the Health at Every Size Approach. JOURNAL OF THE ACADEMY OF NUTRITION AND DIETETICS, v. 119, n. 9, p. 1470-1482, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
ULIAN, M. D.; ABURAD, L.; DA SILVA OLIVEIRA, M. S.; POPPE, A. C. M.; SABATINI, F.; PEREZ, I.; GUALANO, B.; BENATTI, F. B.; PINTO, A. J.; ROBLE, O. J.; VESSONI, A.; DE MORAIS SATO, P.; UNSAIN, R. F.; BAEZA SCAGLIUSI, F. Effects of health at every size (R) interventions on health-related outcomes of people with overweight and obesity: a systematic review. Obesity Reviews, v. 19, n. 12, p. 1659-1666, DEC 2018. Citações Web of Science: 3.
ATALLA, MARCIO; PINTO, ANA JESSICA; MIELKE, GREGORE IVEN; BACIUK, ERICA PASSOS; BENATTI, FABIANA BRAGA; GUALANO, BRUNO. Tackling Youth Inactivity and Sedentary Behavior in an Entire Latin America City. FRONTIERS IN PEDIATRICS, v. 6, OCT 11 2018. Citações Web of Science: 1.
PECANHA, TIAGO; RODRIGUES, REYNALDO; PINTO, ANA JESSICA; SA-PINTO, ANA LUCIA; GUEDES, LISSIANE; BONFIGLIOLI, KARINA; GUALANO, BRUNO; ROSCHEL, HAMILTON. Chronotropic Incompetence and Reduced Heart Rate Recovery in Rheumatoid Arthritis. JCR-JOURNAL OF CLINICAL RHEUMATOLOGY, v. 24, n. 7, p. 375-380, OCT 2018. Citações Web of Science: 0.
ULIAN, MARIANA DIMITROV; PINTO, ANA JESSICA; SATO, PRISCILA DE MORAIS; BENATTI, FABIANA B.; DE CAMPOS-FERRAZ, PATRICIA LOPES; COELHO, DESIRE; ROBLE, ODILON J.; SABATINI, FERNANDA; PEREZ, ISABEL; ABURAD, LUIZ; VESSONI, ANDRE; UNSAIN, RAMIRO FERNANDEZ; ROGERO, MARCELO MACEDO; TOPORCOV, TATIANA NATASHA; DE SA-PINTO, ANA LUCIA; GUALANO, BRUNO; SCAGLIUSI, FERNANDA B. Effects of a new intervention based on the Health at Every Size approach for the management of obesity: The ``Health and Wellness in Obesity{''} study. PLoS One, v. 13, n. 7 JUL 6 2018. Citações Web of Science: 1.
PINTO, ANA JESSICA; ROSCHEL, HAMILTON; DE SA PINTO, ANA LUCIA; LIMA, FERNANDA RODRIGUES; RODRIGUES PEREIRA, ROSA MARIA; SILVA, CLOVIS ARTUR; BONFA, ELOISA; GUALANO, BRUNO. Physical inactivity and sedentary behavior: Overlooked risk factors in autoimmune rheumatic diseases?. AUTOIMMUNITY REVIEWS, v. 16, n. 7, p. 667-674, JUL 2017. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.