Busca avançada
Ano de início
Entree

Cotratamento para a fermentação de baixo custo da biomassa celulósica brasileira

Processo: 16/06417-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Rubens Maciel Filho
Beneficiário:William Eduardo Herrera Agudelo
Supervisor no Exterior: Lee Rybeck Lynd
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Dartmouth College, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/24326-0 - Modelagem e controle de processos para a produção de etanol de primeira e segunda geração aplicando redes neurais, BP.DR

Resumo

Existe uma necessidade de conversão de biomassa lignocelulósica em açúcares fermentáveis para a produção de etanol e outros biocombustíveis que representa um grande desafio nos esforços globais para utilizar recursos renováveis no lugar de combustíveis fósseis para atender às crescentes demandas de energia. Ultrapassar a recalcitrância (resistência da parede celular da planta ao rompimento) da biomassa lignocelulósica é uma barreira importante para a produção de combustíveis e produtos químicos. Diferentes abordagens têm sido propostas para desconstruir a biomassa lignocelulósica. No entanto, nenhum provou ser inteiramente satisfatória como uma estratégia autônoma. Esta proposta de estágio de pesquisa no exterior tem como objetivo identificar e avaliar uma nova abordagem, potencialmente transformadora para superar a barreira da recalcitrância: ruptura física durante o processamento biológico - chamado de "co-tratamento". Esta abordagem poderia diminuir radicalmente os custos em comparação com o método convencional de pré-tratamento físico-químico seguido por hidrólise enzimática utilizando enzimas adicionadas.