Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise morfológica e revisão taxonômica das espécies de Scotaena Klug, 1810 (Hymenoptera, Tiphiidae, Thynninae) do Natural History Museum

Processo: 16/07970-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 30 de julho de 2016
Vigência (Término): 29 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Fernando Barbosa Noll
Beneficiário:Fernando Henrique Carnimeo
Supervisor no Exterior: Gavin Roy Broad
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Natural History Museum, London, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:15/06280-0 - Análise filogenética e distribuição das espécies de Scotaena Klug (Hymenoptera, Vespoidea, Tiphiidae, Thynninae), BP.MS
Assunto(s):Zoologia (classificação)   Sistemática   Hymenoptera

Resumo

Thynninae é a subfamília mais diversa de Tiphiidae (Hymenoptera, Aculeata) e está presente nas regiões Neotropical e Australásica. É dividida em quatro tribos, das quais Scotaenini compreende sete gêneros exclusivamente neotropicais, mas uma análise cladística recente não recuperou a monofilia do grupo, e nem de Scotaena Klug, o gênero-tipo de Scotaenini. As espécies de Scotaena passaram por diversas alterações taxonômicas desde que foram descritas, sem nenhuma análise cladística para dar suporte, e a ausência de chaves de identificação em nível de espécie torna ainda mais difícil trabalhar com o grupo. O gênero é composto atualmente por 15 espécies, das quais oito estão depositadas na coleção de Hymenoptera do Natural History Museum (Londres) o que a torna a coleção mais adequada a ser consultada para o estudo de Scotaena. Através da caracterização de estruturas morfológicas de espécimes fixados a seco, uma análise cladística será realizada para elucidar quais espécies realmente pertencem a Scotaena, e uma chave de identificação em nível de espécie será então produzida para o gênero. A maior parte das observações morfológicas será realizada com indivíduos machos, mas as fêmeas depositadas também serão analisadas e identificadas na medida do possível, devido à raridade deste tipo material nas coleções. Os resultados contribuirão para um melhor entendimento de Scotaena e facilitarão futuros estudos em Thynninae Sul-Americanos como um todo.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARNIMEO, FERNANDO HENRIQUE; NOLL, FERNANDO BARBOSA. On the dumping ground genus Scotaena Klug, 1810 (Hymenoptera: Tiphiidae: Thynninae): Phylogeny, taxonomy and geographic distribution. Zootaxa, v. 4399, n. 4, p. 451-490, MAR 23 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.