Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação das metaloproteinases (MMPs) na remodelação gonadal durante a inversão sexual no hermafroditismo de Amphiprion ocellaris

Processo: 16/10352-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros Marinhos
Pesquisador responsável:Irani Quagio Grassiotto
Beneficiário:Renan Ribeiro Viadanna
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Metaloproteinases   Peixes   Teleostei   Reversão sexual   Tecido intersticial   Transtornos do desenvolvimento sexual

Resumo

Os Teleostei apresentam grande plasticidade frente à expressão sexual, e em espécies de diferentes ordens a condição de hermafroditismo é frequente. Durante a inversão sexual, ocorre degeneração do tecido gonadal do primeiro sexo que é substituído pelo tecido germinativo do sexo oposto. Além das mudanças que ocorrem no tecido germinativo, mudanças significativas também ocorrem no compartimento intersticial. Essas últimas, ainda pouco estudadas envolvem uma extensa remodelação do tecido intersticial. Exercendo importante modulação na matriz extracelular, as metaloproteinases (MMPs) podem estar envolvidas na remodelação intersticial durante a inversão sexual dos Teleostei. Dada a ausência de informações sobre a ação das MMPs na remodelação gonadal dos peixes, o presente trabalho propõe avaliar a ação das MMPs na remodelação tecidual, durante a inversão sexual na espécie marinha Amphiprion ocellaris, conhecido como peixe-palhaço, o qual apresenta hermafroditismo juvenil, ao longo do período de morfogênese gonadal, bem como hermafroditismo sequencial, durante sua vida reprodutiva. Em associação a estes dados, a proposta pretende ainda traçar um perfil comparativo das células esteroidogênicas ativas na remodelação gonadal, e dos telócitos - um tipo de célula intersticial recentemente identificado e até então ainda não descrito para Teleostei - durante a inversão sexual nesta espécie. Dessa forma, pretende-se gerar novos conhecimentos para a Biologia Reprodutiva de Teleostei, as quais poderão vir a serem utilizados na manipulação sexual de espécies de peixe, especialmente marinhas, para cultivo comercial. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MAZZONI, TALITA SARAH; VIADANNA, RENAN RIBEIRO; QUAGIO-GRASSIOTTO, IRANI. Presence, localization and morphology of TELOCYTES in developmental gonads of fishes. Journal of Morphology, v. 280, n. 5, p. 654-665, MAY 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.