Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização petrofísica em meios porosos siliciclásticos

Processo: 16/10698-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Liliane Janikian Paes de Almeida
Beneficiário:Renan Rossetti Pezzatti
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Geologia do petróleo   Permeabilidade   Porosidade   Petróleo   Rochas   Ressonância magnética nuclear

Resumo

O presente projeto de pesquisa propõe a aplicação de ressonância magnética nuclear (RMN) no reconhecimento dos tipos de poros presentes em amostras de rochas de diversos tipos de fácies sedimentares gerados em ambientes fluviais, tendo como objetivo a caracterização das heterogeneidades e sua influência na percolação de fluidos em sucessões siliciclásticas análogas a reservatórios de hidrocarbonetos ou de água. As pesquisas envolverão também o emprego de análises petrofísicas básicas, como a injeção de gás inerte (hélio e nitrogênio, para a caracterização do volume da porosidade e permeabilidade presente nas fácies sedimentares, bem como a visualização e caracterização dos tipos de porosidade em plugues através de microtomografia de raios X (microCT), cujos dados serão comparados aos resultados da RMN. Serão utilizadas amostras de rochas coletadas em sucessões sedimentares de diferentes idades, bastante detalhadas pelo grupo proponente no qual este projeto está inserido, como é o caso dos depósitos fluviais das formações Ipu e Jaicós (Siluriano da Bacia do Parnaíba, situado entre a divisa dos estados do Piauí e Ceará), e das formações São Sebastião e Marizal (Sub-Bacias do Tucano Sul e Central), considerando os atuais estudos sedimentares, estratigráficos e petrofísicos que vêm sendo realizados pelo grupo proponente nestas unidades litológicas, inseridos nos projetos FAPESP 2013/01825-3 e 2014/16739-8. Estima-se que os resultados obtidos poderão ser aplicados como ferramenta para uma aquisição mais precisa de dados de porosidades em sucessões siliciclásticas, com grande aplicação na previsão da distribuição tridimensional de propriedades condicionadoras da migração de fluidos (tanto para hidrocarbonetos como também para água) em reservatórios gerados em sistemas deposicionais com características semelhantes às dos casos estudados. O projeto terá apoio financeiro do projeto recentemente aprovado pela FAPESP 2016/03091-5.