Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre o modelo mental e o funcionamento cerebral medido por neuroimagem funcional

Processo: 15/24233-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Li Li Min
Beneficiário:Gabriela Salim Spagnol
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07559-3 - Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia - BRAINN, AP.CEPID
Assunto(s):Neurociências   Neuroimagem

Resumo

A teoria de Modelos Mentais pressupõe a existência de estilos de funcionamento cerebral diferente para resolução de problemas. O construto teórico tem dois principais modos de funcionamento; o estilo operacional; caracteriza-se pelo foco na operação e pela busca da precisão, confiabilidade, eficiência, prudência, disciplina e conformidade, demonstra preocupação mais acentuada com a resolução de problemas; e o estratégico caracteriza-se pela baixa aderência a normas, às vezes considerado indisciplinado, é capaz de pensamento tangencial e de uma abordagem inovadora para tarefas e situações problemas. Apesar de estes estilos serem observados no nosso cotidiano e passiveis de classificação por métodos descritivos comportamentais, não existe um correlato biológico para sustentar essa teoria. O objetivo central deste trabalho é o de testar a hipótese de construtos teóricos dos modelos mentais por meio de imagens cerebrais, buscando detectar diferença significativa de padrões de ativação neural e definir um marcador fisiológico correlato para o modelo mental operacional e estratégico. Recrutaremos voluntários e aplicaremos o teste Questionário de Inclinações Pessoais (QIP®) para classificar em tipo preferencial de funcionamento mental segundo constructos teóricos. Os sujeitos serão separados em dois grupos de modelos mentais (operacional vs estratégico) cada qual constituído de 15 pessoas. Os dois grupos serão pareados por idade, sexo e escolaridade. Também serão aplicados testes psicométricos para comparar o desempenho dos grupos. Voluntários serão submetidas ao exame de ressonância magnética funcional (RMf) no equipamento da Philips, Achieva, 3T. Faremos a aquisição de resting-state bem como paradigma de ativação. Usaremos desenho em blocos (on-off) para avaliar a ativação em três estados: tomada de decisão simples (busca visual de objetos em imagens), tomada de decisão complexa (uma jogada de xadrez) e percepção subjetiva (figura de Rorschach). Usaremos SPM12 para análise das imagens de RMf. Esperamos com isso verificar se existe uma correspondência neurobiológica para constructos mentais teóricos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.