Busca avançada
Ano de início
Entree

Enterrem meu coração sob o viaduto: a nobre arte e o bairro negro de São Paulo

Processo: 16/01619-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:José Guilherme Cantor Magnani
Beneficiário:Michel de Paula Soares
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Etnografia   Imigrantes   Boxe   Estigma social

Resumo

O presente projeto tem por base a realização de uma etnografia em uma academia de boxe instalada embaixo de um viaduto na Baixada do Glicério, região central do município de São Paulo, localidade estigmatizada como bairro negro da cidade, devido à sua alta concentração de imigrantes africanos e latino-americanos. Para cumprir tal missão, realizarei uma observação participante como aluno de boxe na academia. Dessa maneira, pretendo descrever e analisar as particularidades da prática sócio-esportiva do boxe neste espaço, acompanhando e participando dos treinos junto dos demais alunos (jovens do bairro, imigrantes, ex-moradores de rua, entre outros), além de seguir estes atores sociais em suas redes de sociabilidade cotidianas pela região, podendo assim discutir sobre como esta atividade proporciona reflexões sobre as ideias de pertencimento, corpo, preconceito, lazer e cidade. (AU)