Busca avançada
Ano de início
Entree

Metodologias de restauração de áreas marginalizadas da propriedade rural com florestas nativas de produção madeireira e não madeireira dentro do conceito de Reserva Legal

Processo: 15/23957-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Silvicultura
Pesquisador responsável:Pedro Henrique Santin Brancalion
Beneficiário:Nara Oliveira Vogado
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/50718-5 - Restauração ecológica de florestas ciliares, de florestas nativas de produção econômica e de fragmentos florestais degradados (em APP e RL), com base na ecologia de restauração de ecossistemas de referência, visando testar cientificamente os preceitos do Novo Código Florestal Brasileiro, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Biodiversidade   Restauração florestal

Resumo

A restauração ecológica tem sido considerada uma das principais estratégias para aliar a conservação e recuperação da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos com a produção agropecuária no Brasil, embora ainda existam muitas lacunas de conhecimentos para que essa promessa se concretize de forma plena e em larga escala. Essa proposta de pesquisa foi estruturada em cinco módulos para investigar os desafios da restauração florestal em paisagens fortemente antropizadas, com o objetivo de: (Módulo 1) testar práticas de manejo de fragmentos florestais remanescentes a fim de potencializar seu papel de conservação e restauração da biodiversidade e de provimento de serviços ecossistêmicos (Floresta Atlântica) e ainda de gerar produtos florestais (Floresta Amazônica); (M. 2) testar metodologias de restauração de florestas ciliares, considerando as diferentes larguras da faixa ciliar para cumprimento de suas funções ecológicas, buscando atender a demanda atual de sustentação científica das alterações do Código Florestal (CF) e buscando alternativas de redução de custo, em função da obrigatoriedade de restauração por todos os proprietários rurais no novo CF; (M. 3) testar metodologias de restauração de Reserva Legal e de Áreas agrícolas de baixa aptidão das propriedades rurais, com florestas nativas de produção madeireira e não madeireira, com foco a sustentabilidade econômica e no cumprimento dos serviços ambientais com qualidade; (M.4) realizar monitoramento de longo prazo de ecossistemas naturais de referência em biomas ameaçados, usando parcelas permanentes, visando acumular o conhecimento necessário sobre a dinâmica florestal para a adequação das ações de conservação e restauração da diversidade vegetal; e (M.5) testar metodologias de avaliação e de monitoramento de áreas em processo de restauração ecológica, visando definir indicadores e valores de referência efetivos de sustentabilidade ecológica e econômica dessas iniciativas, produzir protocolos consistentes e viáveis de monitoramento. Em conjunto, os resultados gerados nesses módulos fornecerão subsídios para sustentar cientificamente e viabilizar economicamente as ações de restauração florestal, e principalmente a formulação de políticas públicas e de instrumentos legais sobre restauração e conservação dos 3 fragmentos naturais e dos ecossistemas degradados, para potencializar o provimento de serviços ecossistêmicos, principalmente aqueles relacionados com biodiversidade.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AMAZONAS, NINO TAVARES; FORRESTER, DAVID I.; SILVA, CARINA CAMARGO; ALVES ALMEIDA, DANILO ROBERTI; RODRIGUES, RICARDO RIBEIRO; BRANCALION, PEDRO H. S. High diversity mixed plantations of Eucalyptus and native trees: An interface between production and restoration for the tropics. FOREST ECOLOGY AND MANAGEMENT, v. 417, p. 247-256, MAY 15 2018. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.