Busca avançada
Ano de início
Entree

Saber médico e reformismo ilustrado: Antonio Nunes Ribeiro Sanches e as políticas de saúde pública em Portugal (1750 - 1792)

Processo: 16/08912-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 04 de setembro de 2016
Vigência (Término): 18 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Leila Mezan Algranti
Beneficiário:Julie Hamacher Liepkaln
Supervisor no Exterior: Tiago Costa Pinto dos Reis Miranda
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade de Évora, Portugal  
Vinculado à bolsa:15/12022-4 - Saber médico e reformismo ilustrado: Antonio Nunes Ribeiro Sanches e as políticas de saúde pública em Portugal (1750 - 1792), BP.MS
Assunto(s):Ilustração   História da medicina

Resumo

Este projeto propõe-se a estudar a articulação entre a ciência médica e o poder político em Portugal nos períodos pombalino e mariano. Partindo da análise da produção intelectual do médico português Antônio Nunes Ribeiro Sanches, investigaremos como suas propostas reformistas foram apropriadas e engendraram medidas destinadas à conservação da saúde da população portuguesa. Neste sentido, a Intendência Geral da Polícia é uma instituição salutar à nossa pesquisa, posto que esteve incumbida da execução de políticas de saúde pública. Para tanto, perscrutaremos o cenário ilustrado - contexto de produção das obras de Sanches -, atentando-nos à sociabilidade científica e aos debates acerca das potenciais utilidades do conhecimento científico. Ao passo que os documentos pessoais do médico português e as cartas trocadas com seus interlocutores trazem valiosas informações sobre todo um discurso reformista em elaboração, os decretos e as portarias da Intendência, por sua vez, são primordiais para ponderarmos sobre uma série de medidas voltadas à manutenção da saúde da população. Soma-se a estas fontes o Jornal Enciclopédico dedicado à Rainha N. Senhora, periódico de divulgação científica e suporte de uma opinião pública ilustrada. Ao relacionarmos as propostas de Sanches com os esforços de normatização e controle da atividade médica implementados pela Intendência, pretendemos compreender como a salvaguarda da saúde pública conjugava questões de ordem científica - a consolidação do saber médico enquanto ciência - e de ordem política - o fortalecimento do poderio da monarquia portuguesa.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.