Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos de efeitos de substituição química no composto intermetálico antiferromagnético YMn2

Processo: 16/06775-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Pascoal Jose Giglio Pagliuso
Beneficiário:Denise Sacramento Christovam
Instituição-sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/04870-7 - Estudos de novos materiais complexos e avançados, AP.TEM
Assunto(s):Magnetismo   Monocristais   Diagrama de fases   Antiferromagnetismo   Supercondutividade

Resumo

Neste projeto estamos propondo a síntese e caracterização de monocristais do composto intermetálico antiferromagnético YMn2, puro e com substituições químicas propriamente escolhidas, através da técnica de fluxo metálico, usando Sn como fluxo. O composto YMn2 é um metal antiferromagnético com TN = 100 K que se cristaliza em uma estrutura cúbica C15 tipo fase de Laves que apresenta mudança de volume significativa (4.6%) nas proximidades da transição antiferromagnética, indicando forte acoplamento magneto-elástico neste material. Estudos anteriores de substituição química do tipo Y1-xScxMn2 e YMn-2xAlx, realizados em policristais, mostraram a presença de forte flutuações magnéticas na vizinha do ponto do diagrama em TN extrapola para temperatura zero. Essas flutuações magnéticas possuem dinâmicas de spin muito similares às encontradas em supercondutores à base de Cu e em férmios pesados supercondutores. Assim, este projeto pretende explorar a possibilidade de dopagens de Cu e Zn no sítio do Mn em monocristais de YMn2 com intuito que acompanhar os efeitos dessas substituições nas propriedades magnéticas deste material. Esses resultados farão parte dos estudos mais gerais dos grupo GPOMS, nos quais pretendem-se explorar a possibilidade a ocorrência de supercondutividade mediada por flutuações magnéticas em metais com magnetismo 3d.