Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da associação entre metadona e acepromazina ou metadona e detomidina na anestesia dissociativa de equinos

Processo: 16/04462-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Adriano Bonfim Carregaro
Beneficiário:Giuliana Izumi Ueda
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Anestesiologia veterinária   Anestesia endovenosa   Medicação pré-anestésica   Sedação consciente   Diazepam   Acepromazina   Metadona   Frequência cardíaca   Pressão sanguínea   Equinos   Estudos experimentais

Resumo

O objetivo do presente estudo é avaliar a qualidade da sedação de dois protocolos de neuroleptoanalgesia e sua influência na anestesia dissociativa de equinos. Serão utilizados seis animais, de ambos os sexos, adultos e comprovadamente hígidos por meio de exames laboratoriais (hemograma e bioquímico). Cada animal será submetido a dois protocolos de medicação pré-anestésica (MPA), com intervalo mínimo de 1 mês entre os tratamentos. O grupo experimental MD receberá 0,1mg/kg de metadona associada a 0,03 mg/kg de detomidina e o grupo MA receberá 0,1 mg/kg de metadona associada a 0,03 mg/kg de acepromazina, ambos pela via intravenosa (IV). A indução anestésica de ambos os grupos será realizada com 3 mg/kg de cetamina e 0,1 mg/kg de midazolam IV. As qualidades de sedação, indução e recuperação serão avaliadas por meio de tabelas descritivas já descritas na literatura. Além disso, serão avaliados os tempos de indução, manutenção e de recuperação anestésicas e os parâmetros fisiológicos, a saber: frequência cardíaca, pressão arterial, saturação de O2 arterial, frequência respiratória, motilidade intestinal e temperatura, antes da MPA (0 min), imediatamente antes da indução anestésica (20 min) e a cada cinco minutos pós indução, até o início da recuperação. Espera-se obter resultados que demonstrem qual será a melhor MPA, principalmente em relação à qualidade de sedação, manutenção e recuperação anestésicas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARREGARO, ADRIANO BONFIM; UEDA, GIULIANA IZUMI; CENSONI, JULIA BARRIONUEVO; BISETTO, SHAYNE PEDROZO; ALONSO, BRUNA BODINI; REGINATO, GUSTAVO MORANDINI. Effect of Methadone Combined With Acepromazine or Detomidine on Sedation and Dissociative Anesthesia in Healthy Horses. Journal of Equine Veterinary Science, v. 86, MAR 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.